Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Um sábado de muito mau tempo em todo o continente

  • 333

Trofa, Porto. Locais observam as inundações na estrada nacional 14 devido às chuvas intensas que se fazem sentir na região

JOSÉ COELHO / LUSA

Tempo está a piorar: Este sábado há dez distritos em aviso laranja, mais seis do que ao final do dia de sexta-feira. Proteção Civil registou 152 ocorrências durante a manhã

Ao início da manhã deste sábado, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) aumentou para 10 o número de distritos sob aviso meteorológico laranja, mais seis do que no final do dia de sexta-feira: Faro, Setúbal, Lisboa, Leiria, Beja e Coimbra constam agora também da lista de aviso meteorológicos de chuva intensa e forte agitação marítima, juntando-se a Porto, Viana do Castelo, Aveiro e Braga.

Ao fim da manhã deste sábado, a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) já tinha registado 152 ocorrências devido ao mau tempo, a maioria cheias, inundações e deslizamentos de terras, e ainda a suspensão de comboios em três linhas ferroviárias do país: “71 cheias e inundações, 34 movimentos de massas [deslizamento de terras], 31 vias obstruídas e 13 quedas de árvores, entre outras ocorrências de menor

Linha da Beira Alta sem comboios

As cheias e inundações levaram a suspender a circulação ferroviária nas linhas da Beira Alta, no concelho Mortágua (distrito de Viseu), do Norte, em Estarreja (distrito de Aveiro) e, a mais recente, a linha do Douro no concelho de Baião (distrito do Porto).

Nos dez distritos em alerta laranja, o IPMA espera ondas com cinco a sete metros, mas que durante o dia podem vir a atingir dez a 12 metros de altura máxima, e chuva persistente e por vezes forte. O aviso Laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, é emitido devido a uma situação meteorológica de risco moderado e elevado.

Devido ao vento, que pode atingir rajadas entre os 85 e os 110 km/hora nas terras altas, muitos distritos do país estão também sob aviso amarelo, o terceiro menos grave de uma escala de quatro, indicando uma "situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica". Nos distritos do Porto, Aveiro e Braga poderá ocorrer queda de neve acima dos 600 metros.

O rio Douro não registou cheias esta madrugada, ao contrário do que estava previsto, disse este sábado a Proteção Civil, indicando também que em Águeda o nível das águas está a baixar. Ao início da madrugada, a Proteção Civil do Porto previu que fossem ocorrer cheias no Douro pelas 6h00, elegendo Postigo do Carvão, Miragaia e o Cais da Ribeira como os pontos mais críticos.
No entanto, pelas 6h10, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto indicou que "o caudal do rio está normal, não houve transbordo".

O balanço da Proteção Civil durante as 24 horas do dia de sexta-feira era de 458 ocorrências em todo o país relacionadas com episódios de mau tempo, sobretudo inundações e deslizamentos de terra.

(Notícia atualizada às 13h00)