Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Cursos de dois anos vão dar diplomas do ensino superior

  • 333

Regras para estas formações de dois anos vão ser reformuladas

Os cursos Técnicos Superiores Profissionais (TESP), formação de dois anos ministrada em institutos politécnicos e escolas superiores não integradas em universidades, vão ser reformulados e considerados “diplomas do ensino superior”. A ideia é facilitar o percurso aos alunos que desejem concluir uma licenciatura, adianta o “Diário de Notícias” na sua edição desta sexta-feira.

A medida enquadra-se no programa de modernização e valorização dos institutos politécnicos, lançado na quarta-feira. Segundo o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, visa “melhorar ” e “valorizar estas formações”. As novas regras entram em vigor no próximo ano letivo.

Inicialmente com uma oferta pouco expressiva de 17 cursos, os TESP arrancaram em setembro de 2014. Atualmente estão disponíveis 510 formações, que conferem um diploma de técnicos superiores profissionais, o nível V da graduação europeia.

A possibilidade de prosseguir estudos superiores existe, mas o processo requer a prestação de várias provas, sem que muitos dos créditos obtidos sejam reconhecidos nas licenciaturas a que concorrem.