Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Portugal é dos países da UE com mais queixas de insegurança na Internet

  • 333

ANTONY DICKSON/ AFP/ GettyImages

Mais de um terço dos internautas portugueses dizem ter tido problemas de segurança na Internet, revela um estudo da Eurostat. É o terceiro valor mais alto da União Europeia, apenas superado por Croácia e Hungria

De acordo com um inquérito divulgado pela Eurostat esta segunda-feira, por ocasião do 'Dia da Internet Mais Segura', mais de um terço dos portugueses (36%) queixam-se de ter tido problemas de segurança na Internet, o terceiro valor mais alto da União Europeia.

Os internautas portugueses inquiridos afirmaram ter-se confrontado com problemas de segurança na Internet -- tais como vírus, utilização abusiva de dados pessoais, perdas financeiras ou acesso de crianças a sítios de Internet inapropriados -- durante o ano transato. O valor é apenas superado pela Croácia (42%) e Hungria (39%).

O gabinete oficial de estatísticas da UE afirma também que a média europeia de queixosos se fixou nos 25%.

O inquérito do Eurostat revela que 30% dos internautas portugueses abdicam de efetuar compras ou fazer encomendas 'em linha' de bens ou serviços para fins privados por recearem problemas de segurança, apenas atrás dos romenos (35%) e dos suecos (34%).

A insegurança sentida levou ainda a que cerca de um quarto (26%) dos utilizadores de Internet em Portugal tenham evitado efetuar operações bancárias, tal como a gestão de conta - valor apenas superado na Alemanha (27%) -, e a que somente 16% dos portugueses tenham acedido à Internet através de um dispositivo móvel recorrendo a uma conexão sem fios que não a da sua residência.