Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

#Diadosamigos. Querido Facebook, já paravas com essa treta das memórias

  • 333

MEMÓRIAS. Já não há quem aguente estes vídeos do Facebook

Querido Facebook,

Esta quinta-feira foi Dia dos Amigos. Como é que eu sei? Foste tu que me disseste. Na verdade, já havia um Dia Internacional da Amizade, a 30 de julho, por decisão da Assembleia Geral da ONU. Outros países, como a Índia, comemoram-no no primeiro domingo de agosto. No Brasil, a população celebra-o duas vezes: a 18 de abril e a 20 de julho. Mas que importa isso? O dia do amigo é quando o homem quiser e o Mark quis que fosse a 4 de fevereiro, para celebrar o teu 12.º aniversário. Já agora, desculpa o atraso: parabéns!!! Espero que tenhas aproveitado bem todos os instantes.

Um conselho para o próximo aniversário: deixa-te desses vídeos fatelas com as nossas memórias, já não há pachorra. Já não nos bastavam as retrospetivas de final de ano e as lembranças diárias de momentos que, por vezes, não queremos lembrar: um amigo que morreu, uma relação que correu mal, uma situação embaraçosa. A sério, só alguém com a maturidade de um miúdo de 12 anos é que partilha esses slideshows no Facebook.

Não me entendas mal: devo-te muito. Se não fosses tu, nunca me lembraria do aniversário dos amigos. E, seguramente, não daria os parabéns a dezenas de amigos virtuais que nunca conheci na vida. Se não fosses tu, também nunca teria conhecido a Catarina. E, se não fosse ela, não teria conhecido a Nunes, a Andreia, a Tatiana, o Zé. Também nunca teria conhecido a Paula, nem a Lúcia, nem a Raquel. A ti devo alguns dos melhores amigos que fiz desde que vim para Lisboa, há quatro anos. Que pena que não tenhas encontrado lugar para eles todos no teu vídeo.

Felizmente, não te esqueceste do Winston Churchill - e ainda bem, porque é sempre bom ter um amigo famoso, mesmo que já não esteja entre nós. “Os teus amigos são espetaculares.” Eu sei, Facebook, obrigado. Só não preciso de ti para me lembrar.