Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Cerimónia fúnebre de José Pereira é este sábado

  • 333

Foto D.R.

Antigo jornalista do Expresso será cremado ao meio-dia deste sábado, no cemitério de Barcarena, Oeiras

A cerimónia fúnebre do jornalista José Pereira está marcada para as 12h deste sábado, no cemitério de Barcarena, Oeiras. O corpo do antigo editor de Desporto do Expresso chegará ao local às 11h, para as últimas despedidas, e será cremado ao meio-dia.

A sua filha mais velha deixou um pedido a quem queira comparecer: “Que ninguém leve flores e celebre, antes, as boas recordações que nos deixou numa jantarada ou almoçarada, como ele gostava tanto de fazer”.

José Pereira morreu esta segunda-feira, aos 68 anos, de enfisema pulmonar, situação que piorou devido a problemas cardíacos. Estava internado desde a terça-feira da semana anterior.

Começou a sua carreira profissional no ministério da Comunicação Social nos anos de 1970, passou, entre outros, pelos jornais “O Século”, pela “Gazeta dos Desportos” e pelo “Semanário Desportivo”, antes de ingressar no Expresso, onde passou os derradeiros 20 anos da sua carreira.

Ficará recordado por todos quantos com ele se cruzaram pelos seus traços característicos: os charutos – a sua mais vincada imagem de marca –, os suspensórios, as calças de ganga e as camisas riscadas verticais, e a inevitável imperial a acompanhar o café em fim de refeição. Bom garfo e bom copo, era um amante dos prazeres da vida, que no seu caso foi vivida em cheiomente. E acima de tudo isto um grande camarada de trabalho, que deixa saudades.