Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Bial. O “cabal esclarecimento do incidente” depende das investigações em curso

  • 333

Em comunicado, a farmacêutica portuguesa reage à apresentação do relatório preliminar da investigação sobre o ensaio clínico em França, onde um voluntário morreu, mas não comenta as falhas apontadas ao laboratório Biotrial

A Bial sublinhou esta quinta-feira, em comunicado, que o relatório preliminar da Inspeção Geral dos Assuntos Sociais sobre a investigação ao ensaio clínico onde um voluntário morreu, em França, não esclarece ainda “as causas do acidente verificado”.

Sem comentar as falhas que no mesmo relatório são apontadas ao Laboratório Biotrial - que dirigia o ensaio - a empresa farmacêutica portuguesa recorda também que o “cabal esclarecimento das causas deste lamentável incidente” depende dos resultados das investigações em curso, “em particular as relativas aos dados clínicos dos voluntários do ensaio”.

O comunicado destaca ainda o facto de as conclusões apresentadas pela ministra da Saúde francesa confirmarem que “o Protocolo de execução do ensaio está conforme a legislação e as recomendações aplicáveis” e reafirma que o desenvolvimento da nova molécula que estava a ser usada no ensaio (inibidor da enzima FAAH) “seguiu, desde o início, todas as boas práticas internacionais, com a realização de testes e ensaios pré-clínicos”.

Por fim, a BIAL volta a manifestar o seu “empenho e compromisso de transparência e partilha de informação em colaboração com as Autoridades Francesas para, de forma rigorosa e exaustiva, apurar o que se passou”.