Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Benfica “lamenta e repudia” ações de adeptos que roubaram camisola a criança

  • 333

Em comunicado, o clube da Luz pede desculpa “ao jovem adepto do FC Porto que ontem [quarta-feira] foi cobardemente incomodado”. Após o jogo em Londres, um jogador dos dragões tinha dado a sua camisola a uma criança em cadeira de rodas que assistia à partida

O Benfica pediu desculpa a Leonardo, o menino adepto do FC Porto, a quem os apoiantes do Benfica roubaram um cachecol e uma camisola que foi oferecida por um pelo guarda-redes dos dragões no final do jogo. O clube da Luz “lamenta e repudia as ações” que na quarta-feira “cobardemente” incomodaram o rapaz e a família.

“O desporto exige respeito, muito mais para com aqueles que lutam com limitações físicas de qualquer ordem. Temos o direito a exigir respeito, quando respeitamos. Infelizmente, há sempre alguns que não sabem respeitar nem a história, nem a grandeza do Clube”, lê-se no comunicado publicado, esta quinta-feira durante a tarde, no site oficial do Benfica.

Segundo o “Jornal de Notícias”, Leonardo assistia numa cadeira de rodas ao jogo entre as equipas B do FC Porto e Benfica - uma partida a contar para a Premier League International Cup -, em Londres. Após o encontro, o guarda-redes portista Gudiño dirigiu-se à bancada e entregou a sua camisola ao menino.

Depois, seguiu-se a tensão com adeptos benfiquistas. O incidente foi primeiramente divulgado pela mãe de Leonardo nas redes sociais e, em seguida, confirmada pelo “Jornal de Notícias”.

“Onde já se viu roubar um cachecol e t-shirt do Porto que o guarda-redes veio oferecer ao Leonardo, prometer porrada e puxar a cadeira de rodas, o meu filho todo cheio de medo aos gritos, um menino que apenas ama o futebol”, escreveu a mãe no Facebook.

A confusão não ficou pela bancada e a comitiva da Invicta teve mesmo que abandonar o estádio com escolta policial.

Entretanto o futebolista Cândido Costa, que em 1999/2000 representou o FC Porto B e que entre 2000 e 2003 vestiu a camisola da equipa principal, anunciou que irá entregar a Leonardo a última camisola que lhe resta.