Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Paulo Baldaia deixa direção da TSF

  • 333

Jornalista sai da direção da rádio mas vai manter-se nos quadros da Global Media, com outras funções. Saída deverá ser formalizada no final de fevereiro, após a comemoração do 28.º aniversário da TSF

Paulo Baldaia vai deixar de ser diretor da TSF no final de fevereiro. A saída do jornalista da direção da rádio ficou acertada esta semana com a administração da Global Media e deverá ser formalizada após a comemoração do 28.º aniversário da TSF. Segundo apurou o Expresso, Paulo Baldaia vai manter-se nos quadros da Global Media mas em novas funções.

Contactado pelo Expresso, Baldaia confirmou apenas que estará em funções no aniversário da rádio, mas recusou comentar o seu futuro no grupo após essa data. O seu sucessor na direção da TSF já estará, de resto, definido, mas tanto o ainda diretor da estação como a comissão executiva da Global Media recusaram comentar o assunto.

Segundo informações recolhidas pelo Expresso, Paulo Baldaia tinha já manifestado antes do verão à Comissão Executiva da Global Media, liderada por Vítor Ribeiro, a sua intenção de abandonar a direção da TSF. Mas acabou por aceitar o pedido para prolongar a sua permanência no cargo pelo menos até à cobertura das eleições legislativas, que se realizaram em outubro.

Passado esse período, a crise política que se seguiu às eleições e a posterior aproximação das eleições presidenciais acabaram por fazer arrastar o processo de saída do jornalista, que ficou agora acertado para o final do próximo mês, após a comemoração do aniversário da estação, que se assinala a 29 de fevereiro.

Paulo Baldaia ocupava o cargo de diretor da TSF desde janeiro de 2008, altura em que foi nomeado pela administração da Controlinveste (ex-Global Media) para suceder a José Fragoso, que então aceitara o convite para diretor de programas da RTP.

Antes de chegar à direção da TSF em 2008, Baldaia tinha já sido jornalista da estação e da Rádio Renascença e desempenhado funções de jornalista, editor e chefe de redação em títulos como o "Diário Económico", "O Independente", "Diário de Notícias" ou "Jornal de Notícias".