Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Mau tempo volta a provocar descarrilamento a norte do país

  • 333

O descarrilamento de um comboio de passageiros com 55 pessoas a bordo, na Linha do Douro, “aparentemente por deslizamento de terras” e que ocorreu devido ao “temporal extremo”, não causou feridos

O mau tempo que assolou o norte do país neste domingo provocou dois descarrilamentos, o primeiro na linha da Beira Alta, em Contenças, Mangualde, e o segundo, cerca das 0h05 desta segunda-feira em Mosteiró, Linha do Douro.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a Infraestruturas de Portugal indicou que, devido ao "temporal extremo", verificaram-se os dois descarrilamentos, "aparentemente por deslizamento de terras".

O primeiro aconteceu cerca das 14h10 deste domingo, quando um comboio regional de passageiros descarrilou na zona de Contenças, Mangualde, provocando três feridos ligeiros, de acordo com os bombeiros de Mangualde. O comboio fazia a ligação entre Coimbra e a Guarda e descarrilou junto ao apeadeiro de Contenças, Mangualde.

Já esta segunda-feira, cerca das 0h05, ocorreu um segundo descarrilamento, desta vez na linha do Douro, em Mosteiró, Baião, Porto, num comboio de passageiros com 55 pessoas as bordo, sem, no entanto, causar feridos.

Face à previsão de agravamento das condições climatéricas na noite deste domingo para esta segunda-feira, a Infraestruturas de Portugal decidiu suspender a circulação naquelas duas linhas durante toda a noite, para aferição das condições de segurança, bem como para facilitar o início dos trabalhos de carrilamento das composições.

Os trabalhos realizados durante esta noite e as respetivas inspeções permitiram a reabertura dos troços da linha da Beira Alta entre a Pampilhosa e Mangualde e da linha do Douro, entre Marco e Porto, segundo o comunicado da Infraestruturas de Portugal.

No comunicado, aquele organismo acrescenta que durante a manhã desta segunda-feira será reavaliada a situação nos restantes troços das linhas afetadas.