Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Fuzileiros. Alunos desaparecidos foram encontrados e estão bem

Os dois alunos foram dados como desaparecidos na sequência de um exercício realizado no domingo

Os dois alunos do curso de fuzileiros da Marinha que estavam desaparecidos desde domingo à noite, na sequência de um exercício, foram encontrados esta terça-feira de tarde e estão bem, disse à agência Lusa fonte oficial da Marinha portuguesa.

Segundo o porta-voz da Marinha, comandante Paulo Vicente, os dois cadetes "perderam-se e desorientaram-se" no decorrer do exercício, tendo sido encontrados esta tarde pelas equipas de busca que estavam no terreno.

Este oficial acrescentou que os dois formandos "se encontram bem, já foram alimentados, agasalhados e estão a caminho da Base dos Fuzileiros, onde serão vistos pelo serviço de saúde".

Segundo o comandante da Escola de Fuzileiros, Pacheco dos Santos, à chegada à base os dois alunos estavam "bem de saúde" ainda que "muito cansados", tendo sido encontrados por volta das 17h30 por elementos das equipas de buscas algures entre o Marco do Grilo e a Lagoa de Albufeira.

Ainda de acordo com o responável máximo pela unidade onde o curso é ministrado, os cadetes "são de zonas distantes", não conhecendo bem esta área pelo que "tiveram maior dificuldade em orientar-se".

Os dois alunos foram largados, juntamente com mais oito cadetes, junto à Lago de Albufeira ao final da tarde de domingo, mas ao contrário dos seus camaradas ainda não tinham chegado à Escola de Fuzileiros em Vale de Zebro, Barreiro, esta segunda-feira.

Não tendo sido avistados durante mais de 20 horas, a Marinha decidiu lançar uma operação de busca onde participaram cerca de 100 militares, incluindo da GNR.