Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

25 e 18 anos de prisão para pais de bebé morta com água a ferver

  • 333

O tribunal deu como provados os factos essenciais da acusação, condenando os arguidos por homicídio qualificado, violência doméstica e ofensas à integridade física de uma bebé com quatro meses de vida

O pai e a mãe acusados de matar a filha de quatro meses com água a ferver, em 2014, em Marvila, Lisboa, foram esta tarde condenados a 25 e 18 anos de prisão, respetivamente.

O tribunal deu como provados os factos essenciais da acusação, condenando os arguidos por homicídio qualificado, violência doméstica e ofensas à integridade física.

Foi também determinada a pena acessória de inibição do poder paternal em relação a outros filhos dos arguidos, por períodos entre cinco e dez anos.