Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Tentativa de roubo de combustível destrói terminal de cereais nos arredores de Maputo

  • 333

As autoridades moçambicanas avançam com a existência de mortes e feridos, em números não divulgados, e também de detenções relacionadas com este caso. Governo assegura que o abastecimento de cereais não está comprometido no Natal

Um incêndio de grandes dimensões destruiu este a plataforma de descarga e transporte de cereais no porto da Matola, arredores de Maputo, num desastre que as autoridades atribuem a uma tentativa de roubo de combustível.

O fogo deflagrou durante a operação de descarga de trigo numa plataforma da Silos e Terminal Granuleiro da Matola, cerca das 4h deste domingo, ao mesmo que os alegados assaltantes recorriam a um sistema de transporte de combustível já desativado mas que ainda se encontra ligado ao existente, descreve a imprensa moçambicana.

As autoridades avançam com a existência de mortes e feridos, em números não divulgados, e também de detenções relacionadas com este caso.

O incêndio só ficou controlado ao fim de três horas, após a intervenção do Serviço nacional de Salvação Pública e os corpos de bombeiros das empresas Mozal, Petromoc e Caminhos de Ferro de Moçambique.

Além da plataforma de descargas, o fogo destruiu duas viaturas e embarcações que estavam a ser usadas pelo grupo de assaltantes, que, segundo o ministro da Energia e Recursos Naturais, contaram com a ajuda de trabalhadores do porto da Matola.

Pedro Couto, que se deslocou ao local do incidente, diz que os prejuízos estão a ser avaliados, dando conta de que os navios de transporte de cereais terão agora de recorrer aos portos da Beira e de Maputo.

O governante assegurou ainda que, apesar da destruição desta infraestrutura, o abastecimento de cereais não está comprometido durante a quadra de Natal.