Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Portugal tem três das melhores escolas de gestão da Europa

  • 333

Católica-Lisbon, Nova SBE e Porto Business School mantêm presença no ranking do Financial Times

A concorrência é cada vez mais feroz, mas as três escolas de gestão portuguesas que têm aparecido nos rankings do Financial Times (FT) mantiveram em 2015 a sua presença na prestigiada lista que é divulgada no final de cada ano por este jornal britânico.

A Católica- Lisbon Business and Economics caiu uma posição, mas o seu 26º lugar, num total de 85 escolas de negócios europeias distinguidas, assegura-lhe a continuação da liderança entre as instituições nacionais com representação no ranking divulgado esta segunda-feira. A Nova School of Business and Economics (Nova SBE) manteve o 28º lugar e a Porto Business School figura na 62ª posição.

O Financial Times European Business Schools Ranking resulta da posição alcançada por cada escola de negócios nas várias listas que o jornal vai publicando ao longo do ano, combinando as pontuações atribuídas a MBAs, mestrados em Gestão e formação para executivos. E acabam por ser uma referência incontornável para cada vez mais alunos e professores que alargam as suas escolhas ao mercado internacional.

Não é pois de estranhar que a Católica-Lisbon, por exemplo, conte já com 38% de professores e cerca de 50% de alunos estrangeiros. "É para nós um motivo de grande orgulho a presença neste prestigiado ranking, que espelha a excelência e a qualidade do nosso ensino. A qualificação da nossa oferta formativa e o alinhamento com o mercado internacional continuarão, por isso, a constituir apostas estratégicas no futuro da escola", afirma o diretor da escola, Francisco Veloso.

À frente das mais prestigiadas

Da parte da Nova SBE, sublinha-se o facto de a escola estar à frente de outros instituições "muito prestigiadas como a Aalto University (Finlândia), a Copenhagen Business School (Dinamarca) e a University College Dublin (Irlanda)". E assume-se a ambição: "Com a mudança para o campus de Carcavelos, acredito que vamos conseguir ganhar pegada global e cumprir o nosso objetivo estratégico de entrar para o top 10, projetando a Nova SBE e Portugal no mundo", diz o diretor, Daniel Traça.

"Acreditamos que, num futuro próximo, e tendo em conta a nova estratégia da Porto Business School, poderemos ir mais longe nestas classificações e criar um impacto ainda maior na vida das pessoas e das organizações que passam pela escola", realça, por seu turno Ramon O'Callaghan, dean da instituição.

O ranking das melhores escolas de gestão do FT coloca a London Business School, a Hec Paris e o Insead (França) nos primeiros três lugares.