Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Detido suspeito de incendiar carro por vingança

  • 333

Caso está relacionado com razões passionais. Fogo foi ateado junto a habitação, vizinhos evitaram o pior

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta terça-feira que deteve um homem por suspeitas de ter incendiado "por vingança" um carro estacionado junto a uma casa em Matosinhos, no distrito do Porto.

"O arguido, agindo num quadro de vingança, por razões passionais, após ter proferido ameaças e insultos, ateou um foco de incêndio num automóvel que foi totalmente consumido pelo fogo, presumivelmente com recurso a gasolina e um isqueiro", refere a Judiciária em comunicado.

O crime aconteceu na noite de 28 de novembro deste ano, estando o suspeito acusado de um crime de incêndio urbano. Segundo a PJ, o incêndio "só não assumiu maiores proporções" e não causou prejuízos "mais elevados" devido à deteção dos vizinhos e intervenção dos bombeiros voluntários.

O detido de 40 anos, empregado de armazém, vai ser presente às autoridades judiciais para interrogatório e aplicação das medidas de coação.