Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Ninguém bate os portugueses nas idas às urgências

  • 333

TIAGO MIRANDA

Com mais de 70 admissões por cada 100 pessoas entre 2001 e 2011, ninguém foi mais às urgências do que os portugueses, concluiu um estudo da OCDE

Mais de 70 em cada 100 portugueses foram admitidos entre 2001 e 2011 numa urgência hospitalar fazendo de Portugal o país da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) com mais atendimentos nos serviços de urgência per capita, noticia esta segunda-feira o “Público”.

Segundo este diário, entre 2011 e 2014 a procura de serviços de urgência manteve-se inalterada porque, apesar da redução registada em 2012 e 2013, em 2014 voltou a aumentar.

Acima da média da OCDE – de 31 atendimentos por 100 habitantes – estão Portugal, Espanha (57), Chile (57), Canadá (48), Grécia (45) e Estados Unidos (44).

No conjunto dos 21 países da OCDE que dispõem de dados para este período (2001 a 2011) o número de episódios de urgência cresceu em média 2,4%. A procura nacional manteve-se estável (mais 0,3% ao longo destes anos).