Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Fotografias que amam as mulheres

  • 333

O calendário Pirelli é tradicionalmente composto por formosuras expectáveis - vem anualmente com supermodelos viçosas, mulheres inatingíveis. Este ano é ainda melhor - vem com as mulheres que amamos. As mulheres reais

Ao contrário do que estamos habituados, este ano o calendário Pirelli colocou as típicas modelos 80-60-80 de parte e trouxe mulheres reais - da tenista Serena Williams à atriz Amy Schumer, passando pela cantora Patti Smith. As 13 eleitas, considera a marca italiana de pneus, destacaram e marcaram a emancipação da mulher. Esta segunda-feira, numa apresentação em Londres, foram reveladas novas imagens.

A fotografia e a preto e branco ficou à responsabilidade de Annie Leibovitz. Proposta: mostrar as mulheres como elas são.

No grupo há atrizes, empresárias, mulheres do desporto, gente das artes e das letras, bem como uma produtora, uma realizadora e uma bloguer. São elas: Yao Chen, Amy Schumer, Shirin Neshat, Yoko Ono, Patti Smith, Mellody Hobson, Kathleen Kennedy, Ava Du Vernay, Fran Lebowitz, Natalia Vodanova (a única modelo profissional), Serena Williams, Agnes Gund e Tavi Gevinson.

Em 50 anos de história, o calendário Pirelli está associado às mulheres mais sensuais do mundo, mas desta vez as medidas foram trocadas pelos currículos das modelos.

A primeira edição do calendário foi publicado em 1964. A produção realizou-se em Palma de Maiorca e as modelos foram fotografadas por Robert Freeman.