Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

De Portugal (com Dubai) para o mundo

  • 333

d.r.

O Dubai é o resultado da primeira incursão da marca portuguesa Laiq no mundo dos smartphones, conseguindo surpreender pela boa relação qualidade/preço

Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

Marca 100% nacional, a Laiq nasceu em Lisboa e faz chegar ao mercado português dois smartphones: o New York e o Dubai. Como podemos antever pelo preço dos dispositivos (€169 para o Dubai e €149 para o New York), não estamos perante topos de gama – aliás, nem há suporte para 4G –, mas ambos são Dual SIM, possuem ecrã HD IPS de 5” e incorporam câmaras de 13 MP na traseira e de 5 MP na frente, o que é um dado interessante para os valores pedidos pelos terminais. Comparando os dois telemóveis, constatamos que há diversos pontos em comum entre eles, começando logo pelo design. Contudo, a nível de performance, o Dubai, que custa mais €20 que o New York, revelou-se bem mais interessante.

Este telemóvel tem Android 4.4.2 como sistema operativo (recorde-se que a versão mais recente é a 6.0), mas gostámos do facto da Laiq não ter abusado no número de apps que vêm pré-instaladas, evitando assim encher os escassos 8 GB de armazenamento com aplicações desnecessárias. Aliás, a marca portuguesa fez um conjunto de opções interessantes a nível de software, já que podemos contar com uma funcionalidade de gestos inteligentes, em que desenhamos uma letra no ecrã desligado e somos reencaminhados para o atalho correspondente (câmara ou contactos, por exemplo). Além disso, o Dubai também suporta HotKnot, uma tecnologia que foi desenvolvida pelo fabricante de processadores MediaTek e que permite a troca de dados e ficheiros quando o ecrã de um smartphone toca noutro.

No que diz respeito ao hardware, a grande mais valia do Dubai é o processador de oito núcleos, que assegura uma navegação fluida na Internet e que permite abrir várias apps ao mesmo tempo sem problemas. Os testes que efetuámos mostram que este Laiq tem um desempenho acima da média para telemóveis desta gama de preço, embora também não seja tão bom que lhe permita concorrer com smartphones que rondam os €250. Se tivéssemos de descrever o Dubai numa palavra: eficaz. Não é brilhante em nenhuma área específica, mas tem um ecrã razoável e a qualidade da câmara e do som são convincentes.

Uma nota final para referir que quem adquirir um smartphone Laiq pode ir ao site oficial da marca nacional (laiq.com) para registar o telemóvel e receber, de forma gratuita, uns auriculares. É igualmente possível adquiri-los à parte por €14,90.

CARACTERÍSTICAS

Ecrã: HD IPS de 5” (720x1280)
Processador: MTK6592 de oito núcleos Cortex A7 a 2 GHz
Memória: 1 GB de RAM
Armazenamento: 8 GB
Sistema operativo: Android 4.4
Câmaras: 13 e 5 MP
Bateria: 2200 mAh
Dimensões: 141x70x8 mm
Peso: 124 g