Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Uma campanha bruta

  • 333

Bruta e crua. É assim a nova campanha contra a violência doméstica em que figuras mediáticas como Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Emma Watson e Madonna, entre outras, dão a cara

A face da violência doméstica nunca é bonita. Adiciona cores de tons arroxeados e negros, e deixa marcas bem mais profundas, mesmo sem cor visível, dentro de quem a sofre. A violência doméstica pode tocar a todos, de todas as idades, credos e estratos sociais, já sabemos. Para dar mais impacto ao debate sobre este drama universal, e para assinalar o Dia Internacional de Luta pelo fim da violência contra a Mulher (assinalado esta semana), um artista e ativista italiano, Alexsandro Palombo, usou imagens de celebridades internacionais conhecidas no mundo todo para chamar a atenção. Fotografias cedidas de figuras como as atrizes norte-americanas Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow, da britânica Emma Watson ou das cantoras Miley Cyrus e Madonna, desfiguradas pela violência, deram origem à campanha criada pelo italiano, sob o slogan "A vida pode ser um conto de fadas se você quebrar o silêncio. Nenhuma mulher está imune à violência doméstica".

Kim Kardashian

Kim Kardashian

Alexsandro Palombo

A ideia é alertar as vítimas para denunciarem os seus agressores e não se esconderem por trás da vergonha. "O silência mata mais do que doenças ou acidentes. Fiz esta série porque queria que as pessoas refletissem sobre esta questão, que é muito importante", explica Alexsandro Palombo. "A violência doméstica é um cancro social que pode afetar qualquer pessoa, seja um cidadão anónimo, seja uma celebridade." A escolha de figuras públicas reconhecidas em todo o mundo não é inócua. Visa mostrar que este problema social pode bater à porta de qualquer um, independentemente do seu poder ou mediatismo.

Palombo já chamou a atenção para outros temas importantes no passado através do uso de personagens conhecidas. Para uma campanha de apoio a vítimas de cancro da mama, usou imagens de princesas da Disney mastectomizadas, e para assinalar os 70 anos de Auschwitz, colocou as personagens da série "Os Simpsons" no campo de concentração austríaco. Abordagens de choque para chamar a atenção. Desde que funcione...