Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Há um novo restaurante português com estrela Michelin e um que perde a única que tinha

  • 333

A conquista é na região do Algarve, a perda é no Alentejo. “É quase como ter um filho”, diz ao Expresso o chefe do restaurante português que conquistou a estrela. Saiba tudo

Fortunato da Câmara, em Santiago de Compostela

O “Bon Bon”, situado no Carvoeiro (Algarve), é a grande novidade entre os restaurantes portugueses com estrela na edição de 2016 do “Guia Michelin Espanha & Portugal”, juntando-se assim a outras 13 moradas nacionais já galardoadas pela publicação francesa. O novo destino 'estrelado' é dirigido por Nuno Diogo e tem como chefe de cozinha o jovem Rui Silvestre. Fica na localidade de Sesmarias, na Praia de Carvoeiro, e, segundo o comunicado de imprensa da Michelin, oferece uma cozinha “interessante” que “surpreende pelo nível técnico”, sendo “baseada em matérias-primas selecionadas e propondo pratos de corte atual, com sabores definidos e apresentações cuidadas”.

“Nós trabalhamos para fazer os outros felizes, esse é o objetivo principal. A nível pessoal é muito importante. É quase como ter um filho”, diz ao Expresso Rui Silvestre.

De saída da classificação está o restaurante L'And Vineyards, de Montemor-o-Novo, onde o chefe de cozinha Miguel Laffan havia surpreendido ao ganhar uma estrela na edição de 2014. O afã de consultorias em que no último ano se desdobrou o chefe Laffan parece não ter rimado com os padrões da Michelin, que retira assim a única estrela que havia na região do Alentejo. Na edição anterior Portugal atingiu o recorde de 14 locais classificados com esta que é a distinção mais ambicionada por cozinheiros em várias partes do mundo. O número vai manter-se, pois, apesar de a Fortaleza do Guincho, em Cascais, e a Casa da Calçada, em Amarante, terem mudado de chefe de cozinha no decurso do ano, todos mantiveram as classificações de 2015 (ver lista no fim do texto).

A apresentação decorreu no histórico Hostal dos Reis Católicos em Santiago de Compostela, com o imponente edifício do séc. XVI a receber as principais figuras da cozinha espanhola, seguidos pelo já habitual batalhão de jornalistas que costuma dar grande cobertura mediática à cerimónia. Este ano, a Michelin decidiu alargar a presença no evento aos restaurantes classificados com uma estrela ou um “bib gourmand” (relação qualidade-preço), quando o habitual era serem convidados os espaços com duas e três estrelas.

Apesar de o “Bon Bon” ter acabado de receber a sua primeira estrela, o restaurante algarvio está neste momento encerrado para obras de remodelação, reabrindo apenas a 1 de fevereiro de 2016 (informação do site). Um dado imponderável com o qual certamente os responsáveis do guia não contavam. Será portanto necessário aguardar alguns meses para se conhecer a “interessante” cozinha do jovem Rui Silvestre.

Rui Silvestre, chefe do “Bon Bon”

Rui Silvestre, chefe do “Bon Bon”

Do lado espanhol, os oito restaurantes com a classificação máxima de três estrelas mantiveram a distinção, com as novidades a surgirem nas duas novas moradas que passam agora a deter um par de estrelas, e nos 14 locais que se estreiam a receber a primeira estrela. Como é habitual, a organização convidou alguns cozinheiros locais para mostrarem o que de melhor se faz na ‘alta cozinha’ da região. Com a coordenação do chefe Pepe Solla, segue-se agora um jantar volante que será servido às centenas de convidados presentes por oito restaurantes da Galiza com uma estrela Michelin.

Para Portugal, este foi um ano 'assim-assim', ou melhor, foi “Bon Bon” - retiraram com uma mão o que deram com a outra. Resta esperar que se repita em breve uma edição de novo excelente, como aconteceu o ano passado, quando for suprida a falta evidente de um guia que é ibérico fazer uma apresentação em Lisboa, e a esse evento se conseguir juntar uma melhor classificação para o panorama da nossa restauração.

“Guia Michelin Espanha & Portugal 2016”
Lista alfabética para Portugal

Duas estrelas **

1 - Belcanto (Lisboa)
2 - Ocean (Armação de Pêra)
3 - Vila Joya (Albufeira)

Uma estrela *

4 - Bon Bon (Carvoeiro) Nova Entrada
5 - Casa da Calçada (Amarante)
6 - Eleven (Lisboa)
7 - Feitoria (Lisboa)
8 - Fortaleza do Guincho (Cascais)
9- Henrique Leis (Almancil)
10 - Il Gallo d’Oro (Funchal)
11 - Pedro Lemos (Porto)
12 - São Gabriel (Almancil)
13 - Willie’s (Vilamoura)
14 - The Yeatman (Vila Nova de Gaia)

Perde a estrela

L'And Vineyards (Montemor-o-Novo)

  • Bon. E com estrela será melhor

    A cozinha criativa do jovem chefe Rui Silvestre destaca-se no Algarve. Acaba de vencer uma estrela Michelin, motivo pelo qual recuperamos este texto publicado originalmente na edição de 10 de outubro do Expresso