Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Nunca um ex-primeiro-ministro tinha sido preso. Sócrates, um ano depois

  • 333

Faz hoje um ano que José Sócrates foi preso, à chegada a Lisboa. Eis uma história que começa na Baixa de Lisboa, chega à Suíça e passa por vários "paraísos".

Durante um ano e meio, o Ministério Público seguiu de perto os passos de José Sócrates e identificou, ao longo desse tempo, 40 entregas em dinheiro com origem no empresário Carlos Santos Silva.

Indiciado por corrupção, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais, o ex-primeiro-ministro é o principal arguido de uma investigação que foi aberta oficialmente pelo Ministério Público no verão de 2013 e que levou à sua detenção, a 21 de novembro de 2014, à chegada ao aeroporto de Lisboa, ao desembarcar num voo vindo de Paris.

Este vídeo é a versão completa de um trabalho que o Expresso foi publicando ao longo da semana, sobre a Operação Marquês, um ano depois da prisão de José Sócrates.