Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

França vigia cinco jiadistas portugueses

  • 333

Sobre Mickael dos Santos recai um mandado de captura

FOTO D.R.

Secretas francesas aumentam pressão sobre portugueses radicalizados na região de Paris. Três regressaram da Síria e um foi detido em Espanha por recrutar mulheres para o Daesh

O cerco tem-se apertado nos últimos dias a cinco cidadãos com nacionalidade portuguesa que residem nos arredores de Paris, principalmente depois dos atentados do dia 13. São considerados “pessoas de especial interesse” pelos serviços secretos franceses. Não são necessariamente terroristas mas estão referenciados por ligações a redes de recrutamento, financiamento ou apoio logístico ao autodenominado Estado Islâmico (Daesh) em solo gaulês.

Fábio Almeida, um lusodescendente de 26 anos detido em Espanha há dois meses, era um destes casos. As secretas vigiavam-no há mais de um ano em França, país onde residia desde a infância, por integrar uma célula que recrutava mulheres para a Síria. Está em prisão preventiva em Madrid por atos terroristas.

Saiba mais na edição deste sábado do Expresso