Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Montemor-o-Novo e Vila Viçosa. Autocarros escolares desviados para “manif” em Lisboa

  • 333

O transporte escolar das crianças de Montemor-o-Novo e os autocarros da Câmara de Vila Viçosa foram desviados para a utilização dos funcionários públicos que quiseram participar na manifestação promovida pela CGTP esta tarde em Lisboa

Os encarregados de educação das crianças que estudam no Agrupamento de Escolas de Montemor-o-Novo foram avisados esta segunda-feira de que o transporte dos alunos não estaria garantido esta terça-feira devido à utilização das viaturas municipais e das juntas de freguesia pelos funcionários que quisessem participar na manifestação promovida pela CGTP, esta tarde, à porta do Parlamento, a favor do Governo de Esquerda.

Também os autocarros da Câmara Municipal de Vila Viçosa terão sido utilizados para transportar quem quisesse participar.

Confrontadas com a questão, nem os responsáveis das escolas nem os as câmaras quiseram prestar informações. "Estão em reunião", foi a resposta comum recebida pelo Expresso.

A diretora da escola secundária e a coordenadora da E.B. nº1 de Montemor-o-Novo confirmaram ao Expresso o envio de um ofício para avisar os pais de que, a partir das 11h30, o transporte das crianças deixava de estar garantido. Mas, segundo fonte da Câmara Municipal, ainda é prematuro garantir que não haverá autocarros disponíveis no fim da tarde: "O transporte da manhã foi realizado e as refeições que têm de ser levadas também o foram, a partir das 16h30 ainda é cedo para dar garantias."Quanto ao da tarde não houve ninguém disponível para informar.

"Discordo do modelo adotado por algumas Câmaras do distrito de Évora, impedindo o normal funcionamento escolar e privilegiando a realização de uma manifestação em detrimento do ensino. É uma situação inadequada, sobretudo, porque contraria a indicação do Executivo, o dia em que é votado o programa de um Governo eleito", afirmou ao Expresso, António Costa da Silva, deputado do PSD, eleito por Évora.

[Texto atualizado às 19h]

  • Dia quente na Assembleia. Dentro e fora

    Se no interior do hemiciclo os deputados se preparam para derrubar o Governo, no exterior duas manifestações separadas só têm um objetivo: protestar. A CGTP manifesta-se pela queda do Executivo e outro movimento apoia a manutenção de Passos e Portas