Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Feira Popular de Lisboa. De Entrecampos para Carnide

  • 333

DR

É uma boa notícia para os fãs da diversão e da adrenalina: a Feira Popular vai mesmo voltar a Lisboa. Desta vez, o parque de diversões vai instalar-se em Carnide e a Câmara promete incluir um extenso parque verde

Há boas notícias para os mais nostálgicos: é desta que a Feira Popular volta mesmo à capital. Doze anos e muitos rumores depois, a Câmara Municipal de Lisboa confirmou esta manhã que o parque de diversões vai voltar a instalar-se na cidade, desta vez na área de Carnide.

Conforme as informações reveladas pela Câmara, a nova estrutura estará acessível pela linha azul do Metropolitano ou pelas principais vias da cidade. A nova Feira Popular contará ainda com um parque verde de cerca de 20 hectares, no qual os visitantes poderão usufruir de atrações que prometem momentos de “aventura e adrenalina”.

O presidente da Junta de Carnide confirma que a sua freguesia vai ser a nova casa da Feira, embora não tenha especificado quais os terrenos onde a nova estrutura será instalada. De acordo com as declarações à agência Lusa de Fábio Sousa, que assegura estar a conduzir o processo de forma “muito exigente”, a freguesia terá imposto condições para “ver salvaguardados alguns constrangimentos aos moradores, como o ruído, mobilidade, transportes e trânsito”.

A Feira Popular, pensada inicialmente para financiar a ação social da Fundação O Século e localizada na zona de Entrecampos, foi encerrada em 2003. Os terrenos que alojavam a primeira versão da Feira acabaram por estar na origem de um processo judicial que envolveu a Câmara de Lisboa e a empresa Bragaparques.

O social-democrata Pedro Santana Lopes, enquanto Presidente da Câmara de Lisboa, chegou a anunciar em 2003 planos para reabrir a Feira, projeto que acabou por ser adiado - até agora.

Veja um vídeo produzido pela Câmara de Lisboa para anunciar o novo projeto da capital: