Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Belém tropical com um salto ao Restelo

  • 333

Esqueçamos o novo Museu dos Coches, o CCB, os Pastéis de Belém ou até o Mosteiro dos Jerónimos. Hoje vamos à procura de Belém dos recantos discretos que guardam sabores e memórias dos tempo das descobertas

Na pista de Garcia de Orta com plantas e mezinhas

O novo mundo abriu portas à ciência e permitiu grandes avanços na medicina. Com as navegações, viajaram não só inúmeras doenças, como as plantas que prometiam curas e abriram o campo da novas investigações. Cérebros portugueses, como Garcia de Orta, foram fundamentais para essa partilha de conhecimentos e experiências terapêuticas entre o Oriente, a Europa e as Américas.É sobre este mundo fascinante que trata esta exposição cuidadosamente preparada, deslumbrante na apresentação dos objetos e dos materiais da época - potes, frascos, utensílios - que inclui desenhos preciosos de plantas pintadas à mãos, cuidadosamente elaborados pelos botânicos do tempo das descobertas.

"Alguma mezinha lá dessa terra do cabo do mundo". Padrão dos Descobrimentos, segunda a domingo, das 10h às 19h.

Passeio Tropical

Na senda das plantas e da vocação científica dos portugueses nos Descobrimentos, porque não dar um salto até ao Jardim Botânico Tropical, e desfrutar de um passeio neste lugar, cuja especialidade é, precisamente a flora tropical e subtropical. Inaugurado por D. Carlos em 1906, Aqui, encontram-se mais de 500 espécies de árvores e plantas, originárias de vários continentes.

Jardim Botânico Tropical. Largo dos Jerónimos. seg. a sexta das 9h às 18h; sáb e dom. das 11h às 18h.

Em memória de Goa

Receitas de Goa

Receitas de Goa

Quase passa despercebido este pequeníssimo restaurante, com meia dúzia de mesas, e uma comida goesa muito bem confecionada. Das chamuças aos chacutis, aqui todo leva tempero e bem picante. Têm take-way e criaram a marca "Quinhentos", um preparado de especiarias que inclui uma receita para ensinar como se prepara um caril de Goa, um sarapatel, um vindalho ou um chacuti. Também vendem os respetivos chutenys que acompanham a confeção de cada prato.

Nau do Restelo. Rua de Pedrouços, 1A. Seg. a quin. 12h às 20h30; sexta e sáb. 12h às 21h30

Mariscos e outros peixes de águas quentes

Vindos do mar

Vindos do mar

É já uma instituição, quando falamos de cervejarias ou marisqueiras, este espaço é uma instituição. Aqui encontramos tudo o que vem do mar. Das lagostas e lavagantes, aos percebes e santolas, das amêijoas à bulhão pato, das gambas confecionadas à algarvias, dos percebes das Berlengas, aqui encontramos tudo o quem vem das rochas, da areia e do mar. Para quem ainda não conhece, vale a pena experimentar.

Nunes, Real marisqueira. Rua Bartolomeu Dias 120-Lote D1. Terç. a dom. das 12h ás 24h

Outros paladares

Mesmo em frente, fica um restaurante com uma zona de mereceria, onde se pode comprar vinhos. azeites, biscoitos, conservas e compotas, ou entrar para comer uma refeição ou só petiscar. que vale a pena experimentar. O espaço é acolhedor e o menu um regalo. Oferece uma vasta lista de entradas e petiscos cuidadosamente elaborados, todos as receitas têm por na base a cozinha portuguesa, com temperos de vários cantos do mundo. Os pratos são convencionados com delicadeza e imaginação para gáudio do nosso do paladar. Entre eles, encontram-se a espetadinhas de salmão com pepino e aneto, uma salada de garoupa ou de beterraba com frutos secos e queijo de cabra, arroz de legumes com ovo escalfado ou uma perna de pato em vinho tinto.

Descobre. Rua Bartolomeu Dias, nº 65. Seg. a dom. Das 11h às 24h

Do Império aos nossos dias

uma coleção espantosa

uma coleção espantosa

É uma peça de arquitetura belíssima, desenhado em meados dos anos 60 pelo atelier de António Saragga Seabra, cujo acervo foi determinado elo etnólogo Jorge e Dias, nome fundamental da antropologia portuguesa, e é um dos museus mais bonitos da cidade. O acervo é espantoso, reúne mais de 40 mil objetos do mundo inteiros - do teatro de sombras do Bali, as mascaras de Angola, Cabinda e Mali, instrumentos musicais e artefactos do Brasil, este museu é indissociável da história da antropologia portuguesa, ligada ao tempo colonial.

Museu Nacional de Etnologia -. Avenida da Ilha da Madeira. Ter, das 14h às 18h; Quar. a dom. das 10h às 18h.