Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Tudo o que precisa de saber sobre o Netflix

  • 333

Chegada do Netflix costuma provocar ondas de choque no mercado de televisão paga. Portugal não deve fugir à regra. É apenas o início de uma revolução na forma de ver TV

Do que preciso para ter acesso?
Pode aceder através da televisão ou de qualquer aparelho com ligação à internet e através do qual consiga ter acesso à aplicação Netflix: computadores, tablets, smartphones, Smart TV, consolas de videojogos, leitor de DVD, ou mesmo através da set top box de fornecedores de TV por assinatura que disponibilizem o Netflix.

Qualquer televisão tem acesso?
Se a sua televisão for Smart TV já está preparada por definição para aceder ao Netflix. Se não for, poderá aceder ao serviço através da sua consola de jogos (Playstation, XBox, etc.) ou até através da box do seu servidor de televisão, se ele disponibilizar o acesso ao serviço. Em último caso, pode também ligar o seu portátil à TV através de um cabo HDMI.

Que tipo de ligação à internet tenho de ter?
Tem de ter uma ligação de banda larga, com capacidades que dependem do tipo de consumo que acha que pode vir a ter. Por exemplo, para ver os conteúdos em qualidade standard bastará uma ligação com três megas por segundo; mas para ver em qualidade HD, convém que essa ligação seja de pelo menos cinco megas por segundo (para o ultra HD essa exigência sobe para 25 megas por segundo).

Como é que faço para subscrever o serviço?
Vá ao site www.netflix.com/pt, crie a sua conta, escolha o modelo de subscrição que pretende e subscreva o serviço através de um número de cartão de crédito válido. Se quiser depois utilizar o Netflix no seu tablet ou smartphone, terá de descarregar a aplicação grátis na App Store, no Google Play ou na Windows Phone Store.

E quanto custa?
Terá três opções de subscrição: a oferta-base custa €7,99 por mês, o pacote intermédio €8,99 e a subscrição premium tem o valor mensal de €11,99. Em traços gerais, o que os diferencia é a qualidade da imagem do serviço (alta definição), a quantidade de conteúdos a que pode aceder e o número de aparelhos (ou utilizadores) que podem estar ligados em simultâneo ao serviço associado a cada conta.

Há fidelização?
Não. Quando não quiser subscrever o serviço, basta cancelar a assinatura.

Se subscrever o Netflix posso desistir do pacote de TV paga?
Se a sua dieta televisiva tiver como ingredientes exclusivos séries e filmes, pode ponderar isso. Mas, mesmo nesse cenário, essa decisão significará que deixa de ter acesso direto à oferta de canais como o AXN, a FOX ou a TV Series, que têm conteúdos exclusivos. Além disso, deixará também de ter acesso às dezenas de outros canais (generalistas, de informação, infantis ou de desporto) que os pacotes das operadoras disponibilizam. Por outro lado, se tiver, por exemplo, um pacote triple-play e admitir cancelá-lo, não se esqueça de que vai precisar de ter acesso à internet para subscrever o Netflix. No fundo, é uma questão de fazer as contas e definir o seu menu de interesses, para decidir o que mais lhe compensa.

O Netflix é o único serviço destes em Portugal?
Não. Se é verdade que concorrentes diretos como o Hulu ou o Amazon Instant Video ainda não estão disponíveis em Portugal, o mercado reagiu nos últimos meses à iminente chegada do Netflix. O canal Fox, por exemplo, fez chegar em julho a Portugal o serviço Fox Play, que agrega várias séries da estação numa aplicação para visionamento em PC ou tablet, disponível gratuitamente para subscritores da Vodafone TV ou da NOS. A própria NOS lançou entretanto o serviço N Play, que permite aos assinantes, mediante o pagamento adicional de €7,5 por mês, o acesso a todo o catálogo de filmes e séries no videoclube da operadora.

  • Netflix (and chill) a partir desta quarta-feira

    O serviço de televisão por subscrição chega já esta quarta-feira a Portugal. A oferta de filmes e séries é vasta e não será fácil escolher o melhor para ver. Avançamos com algumas recomendações (e novidades para os próximos tempos)