Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Terrenos da Feira Popular sem compradores. Câmara abre novo prazo para entrega de propostas

  • 333

Nos termos da venda dos terrenos da antiga Feira Popular em Lisboa, surgirá um empreendimento sobretudo de comércio e serviços, mas também com habitação e turismo

António Pedro Ferreira

Falhou a primeira tentativa de venda dos terrenos da antiga Feira Popular de Lisboa. O prazo para entrega de propostas terminou e a Câmara não recebeu “qualquer proposta” de potenciais interessados em pagarem por um mínimo de 135,7 milhões de euros

A Câmara de Lisboa anunciou esta segunda-feira não ter recebido “qualquer proposta” de interessados nos terrenos da Feira Popular de Lisboa, situados na zona de Entrecampos, que iriam ser alienados, amanhã, terça-feira, por um valor base de 135,7 milhões de euros.

Em comunicado, a Câmara de Lisboa, informou que “terminou hoje às 13h00 o prazo fixado no procedimento de hasta pública para venda dos terrenos da antiga Feira Popular, sem que tenha sido recebida pelo município de Lisboa qualquer proposta”.

A autarquia adiantou que vai agora avançar para “uma segunda fase”, para que, “no prazo de 45 dias, possam ainda ser apresentadas propostas para a aquisição dos terrenos em causa, sem alteração de qualquer uma das condições anteriormente aprovadas pelos órgãos municipais”.

O novo prazo para entrega de propostas termina no próximo dia 2 de dezembro, às 17h00, estando a hasta pública, prevista para para 3 de dezembro, às 10h00, no edifício da Câmara de Lisboa no Campo Grande.