Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Jovem que morreu a bordo de avião entre Lisboa e Dublin era português

  • 333

Segundo a televisão pública irlandesa (RTE), o português de 25 anos começou por se sentir agitado, tendo acabado por morrer a bordo do avião. O piloto foi obrigado a declarar uma emergência médica e a aterrar no aeroporto de Cork

O jovem de 25 anos que morreu este domingo a bordo de um avião que ligava Lisboa a Dublin era de nacionalidade portuguesa, estando ainda por apurar a causa da morte, disse à agência Lusa fonte da polícia irlandesa.

"O jovem é português", disse à agência Lusa Tony Connaughton, sargento da polícia irlandesa (Gardaí), acrescentando que a causa da morte está a ser investigada.

Sem saber qual era a nacionalidade do passageiro, a informação da sua morte começou por ser divulga pela televisão pública irlandesa (RTE), que descrevia que o jovem português começou por se sentir agitado, tendo acabado por morrer a bordo de um voo da Aer Lingus, que ligava Lisboa a Dublin, obrigando o piloto a declarar uma emergência médica e a aterrar no aeroporto de Cork, pelas 17h40.

Cerca de 170 passageiros e tripulação foram retirados do avião e estavam, durante a noite de sábado, a ser interrogados pela polícia irlandesa sobre a morte do jovem. Outro passageiro, que ficou ferido durante o voo em consequência de ter sido mordido pelo jovem, foi levado para o hospital da Universidade de Cork com ferimentos.

A Aer Lingus confirmou à televisão irlandesa que o voo EI485 de Lisboa para Dublin foi forçado a aterrar no aeroporto de Cork devido a uma emergência médica. Os passageiros e a tripulação vão ser transportados para Dublin de autocarro.