Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Sábado “amarelo” no continente

  • 333

O alerta do Instituto Português do Mar e da Atmosfera estende-se aos 18 distritos do continente, devido à previsão de chuva ou aguaceiros fortes acompanhados de trovoada e vento forte com rajadas na ordem dos 80 km/hora, que podem chegar aos 100 km/hora nas terras altas

Chip Somodevilla / Getty Images

O fim de semana vai ser marcado pelo regresso da chuva, que pode ser persistente e acompanhada de trovoadas, vento forte e agitação marítima. Em declarações à agência Lusa, o meteorologista Bruno Café, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), adianta que a situação de mau tempo deve-se a dois "centros depressionários" que vão dar origem à chuva e ao vento já a partir da noite desta sexta-feira.

"No entanto, é no sábado que se espera chuva ou aguaceiros fortes e persistentes acompanhados de trovoadas, mais a partir da manhã ou final da manhã e durante a tarde", precisa.

Por causa do mau tempo, o IPMA emitiu um aviso amarelo, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, para os 18 distritos de Portugal continental devido à chuva, vento forte e agitação marítima (apenas para Faro).

Também o arquipélago da Madeira está esta sexta-feira sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido à previsão de chuva forte e trovoada entre as 9h e as 21h de hoje.

"Temos aviso para todo o território de precipitação, sendo que nas regiões do centro e sul começam às 9h da manhã de sábado e duram o resto do dia, na região norte começa às 16h e prolonga-se até ao início de domingo", refere.

De acordo com Bruno Café, foi emitido também aviso amarelo para todo o território devido ao vento que será moderado a forte (70 a 90 km/hora), sendo muito forte (100 km/hora) nas terras altas entre as 12h e as 24h deste sábado.

No que diz respeito à agitação marítima, foi, segundo Bruno Café, emitido aviso para o distrito de Faro, prevendo-se ondas de sueste com dois a três metros entre as 7h e as 16h de sábado.

"No domingo, vamos ter um enfraquecimento da velocidade do vento e chuva que poderá ser persistente e forte em alguns locais do país", adianta o meteorologista.

Quanto às temperaturas, Bruno Café diz que não vai haver alterações significativas em relação aos últimos dias. "As máximas vão variar entre os 20 e os 24 graus, enquanto as mínimas vão oscilar entre 10 e 15 graus, podendo ser mais baixas no interior".

Bruno Café adianta ainda que estão previstos aguaceiros para segunda e terça-feira.

[Texto atualizado às 12h50]