Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Expresso eleito site do ano nos prémios da Meios & Publicidade

  • 333

Distinção da Meios & Publicidade surge depois de o Expresso ter sido recentemente distinguido com vários prémios da ÑH12, que elegem o que de melhor se faz em design nos jornais impressos e online da Península Ibérica

O Expresso foi eleito site do ano nos prémios de comunicação da Meios & Publicidade. O prémio foi atribuído esta quinta-feira e distingue a informação, a navegabilidade e o layout.

O site do Expresso foi reformulado em maio de 2015, na sequência da aposta contínua nas novas linguagens multimédia e digitais. O layout do site passou a ajustar-se automaticamente a todos os dispositivos - smartphone, tablet e desktop -, com reforço do acompanhamento noticioso e das narrativas longas. A aposta no novo site, nas narrativas multimédia e na intensidade informativa foi concomitante com o aumento significativo do tráfego do Expresso, que registou o melhor mês de sempre em setembro - mês de campanha para as legislativas, durante a qual o Expresso disponibilizou uma homepage dedicada (expresso.sapo.pt/legislativas2015), e de agravamento da crise dos refugiados (o Expresso teve um enviado na Hungria, Áustria e Alemanha, o jornalista João Santos Duarte, que desenvolveu várias narrativas longas - recomendamos a leitura de “Perseguidos, roubados e humilhados: na fronteira do desespero”).

A distinção da Meios & Publicidade segue-se a outra recente: os prémios ÑH12, que distinguem o que de melhor se faz em design nos jornais impressos e online da Península Ibérica, premiaram diversos trabalhos do Expresso, incluindo duas narrativas multimédia. “Edwin, o rapaz que aprendeu a sonhar”, que pode ver AQUI, venceu o ouro nas categorias “grafismo para especiais” (a par de um trabalho do “El País” e do ara.cat), “melhor cobertura multimédia” e “melhor vídeo” (a par de “Um dia normal”, do “Público”). A reportagem multimédia “Matar e Morrer por Alá: Cinco Portugueses no Estado Islâmico”, que pode ver AQUI, foi distinguida com a medalha de prata na categoria “grafismo para especiais” e com a de bronze em “melhor cobertura multimédia” (a par de um trabalho do “El País”). Além destes trabalhos multimédia, foram distinguidos vários artigos publicados no semanário e na revista E.

O prémio de site do ano agora atribuído ao Expresso sucede a estas distinções recentes da ÑH12. O júri da Meios & Publicidade é constituído por Paulo Barreto, “country manager” do Facebook, António Mendes, diretor de programação da RFM, José Pedro Inácio, diretor-geral da LOGO, Luis Osório, diretor-executivo do semanário “Sol”, Daniel Vaz, diretor-geral da M Public Relations e responsável pela comunicação institucional e estratégica do Grupo Impresa (que detém o Expresso), Maria Domingues Carvalhosa, presidente da assembleia geral da APECOM (Associação Portuguesa das Empresas de Conselho em Comunicação e Relações Públicas), Marina Barros, diretora de marketing estratégico e comunicação da RTP, Tiago Vidal, que foi “head of corporate communications” da Sonae Sierra durante 16 anos, Teresa Figueira, directora-geral da Hill+Knowlton Strategies em Portugal, Ricardo Valadares, diretor-coordenador de comunicação do Millennium bcp, Rui Borges, CEO da Plot Content Agency, e Sofia Graça, que assumiu em 2015 a direção de comunicação e relações públicas da Hyundai Portugal.

Poder ver AQUI a lista de todos os vencedores dos prémios de comunicação da Meios & Publicidade.