Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Despistado caso de ébola no Curry Cabral

  • 333

Marcos Borga

Esta quarta-feira, um jovem adulto vindo da Guiné-Conacri deu entrada naquele hospital de Lisboa, com suspeitas de estar infetado pelo vírus do ébola. Mas as análises revelaram que o paciente, afinal, tinha malária

Ao final da tarde desta quarta-feira deu entrada no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, um jovem adulto suspeito de estar infetado com o vírus de ébola. Após a realização de análises, o paciente, oriundo da Guiné-Conacri, foi diagnosticado com malária.

“Já tenho os resultados dos exames. É malária e não ébola”, avançou Francisco George, diretor-geral da Saúde, ao Expresso.

O jovem adulto foi intercetado no aeroporto da Portela, em Lisboa, esta quarta-feira. Com a suspeita levantada foi de imediato “acionado o plano tal como está estipulado”.

Segundo o plano de prevenção ao ébola da Direção-Geral da Saúde, os casos suspeitos são encaminhados em Lisboa para o Hospital Curry Cabral (no caso de adultos) e para o Hospital D. Estefânia (pediatria) e no Porto para o Hospital de São João, sendo as amostras colhidas para análise enviadas para o Instituto Ricardo Jorge.

Segundo os dados mais recentes da Organização Mundial de Saúde, o surto do vírus do ébola matou 11.312 pessoas e infetou 28 490 pessoas em todo o mundo. Em Portugal, o plano de prevenção já foi acionado pelo menos dez vezes, mas todos os casos deram resultado negativo.