Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Costa: PS analisa propostas da coligação “com a mesma boa-fé” que as outras

  • 333

rui duarte silva

Num dia em que reuniu com a coligação e “Os Verdes”, o líder dos socialistas diz que o partido não pode “ficar sentado à espera que o telefone toque”

Despois do encontro matinal com Passos Coelho e Paulo Portas, António Costa esteve na tarde desta sexta-feira com o Partido ecologista “Os Verdes”, em Lisboa. À saída, o líder socialista disse aos jornalistas que “todos temos a humildade de procurar soluções para governar o país”. Acrescentou ainda que, tal como as propostas apresentadas por outros partidos, as da coligação PSD/CDS vão ser “analisadas com a mesma boa-fé”.

“Ainda bem que o PàF percebeu que também precisa de propor. E analisaremos essas propostas com a mesma boa-fé que as outras”, referiu António Costa.

O objetivo dos encontros dos partidos é “perceber como é possível ter um Governo estável”. António Costa recorda ainda que o Presidente da República incumbiu Pedro Passos Coelho dessa tarefa, mas sublinhou que os socialistas não podem “ficar sentados à espera que o telefone toque”.

António Costa reuniu-se com o Partido Comunista na quarta-feira, já esta sexta-feira encontrou-se com os membros do PáF e os “Verdes”. Para segunda está agendada uma reunião com o partido liderado por Catarina Martins e na terça volta a sentar-se à mesa com Passos e Portas. No meio da agenda preenchida, o líder socialista ainda irá visitar Cavaco Silva, pelas 16h de segunda-feira.

  • Passos. “Teremos uma segunda reunião com o PS mais atrevida”

    Passos Coelho trocou o “bastante inconclusivo” de António Costa por '“inteiramente recetivos'”. Mas reconhece que não tendo o PS apresentado propostas nas três horas de reunião, terá que haver uma segunda conversa. “Não colocámos linhas vermelhas”, garantiu o PM, que até se mostrou aberto a discutir a composição do Governo. Costa terá vetado qualquer ideia de plafonamento das pensões