Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Alexandre Quintanilha sente-se “insultado” e continua à espera de um pedido de desculpas

  • 333

Rui Duarte Silva

O deputado, eleito pelo PS, diz ainda que a forma como foi referido por José Rodrigues dos Santos na RTP deve merecer uma reação “de todos os partidos políticos”

Alexandre Quintanilha sentiu-se “insultado” e espera que “todos os partidos políticos se pronunciem” sobre o incidente envolvendo o seu nome e a forma como foi referido pelo pivô da RTP José Rodrigues dos Santos, no Telejornal de quarta-feira.

Em declarações ao jornal “i”, o físico português é claro: “Considero que é um insulto a um deputado que foi eleito para a Assembleia da República”. Espera, por isso, uma reação de “todos os partidos políticos”, além de continuar a aguardar um pedido de desculpas.

Na origem deste episódio está a expressão usada pelo jornalista - “eleito ou eleita” - referindo-se ao deputado mais velho a conquistar um assento na Assembleia da República, em representação do PS.

O físico português, casado com o escritor Richard Zimler, desmente ainda a nota emitida na quinta-feira pela RTP, onde era dito que o diretor de Informação do canal público, Paulo Dentinho tinha já falado “pessoalmente com o visado, a quem apresentou as desculpas” pelo ocorrido”.

Entretanto, o Conselho Regulador da ERC - Entidade Reguladora para a Comunicação Social decidiu abrir um processo contra a RTP, decisão que não foi subscrita por Carlos Magno, o presidente do orgão regulador.

Em comunicado, a ERC justifica que a abertura do processo se deve “a indícios de violação de direitos fundamentais dos cidadãos”.

Segundo a RTP, em causa está “um erro não intencional”.