Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Portugueses são dos mais tolerantes com idade das altas figuras políticas

  • 333

O “Eurobarómetro sobre discriminação”, divulgado esta quinta-feira pela Comissão Europeia, dedica um capítulo à discriminação relativamente à idade que revela que os portugueses são dos europeus que menos problemas revelam ter com a idade da pessoa que ocupa o Palácio de Belém

Os portugueses são dos cidadãos europeus mais tolerantes com a idade da mais alta figura política do país, admitindo ter um chefe de Estado com menos de 30 anos ou mais de 75, revela um estudo divulgado em Bruxelas.

O "Eurobarómetro sobre discriminação", divulgado esta quinta-feira pela Comissão Europeia, dedica um capítulo à discriminação relativamente à idade, que revela que os portugueses são dos europeus que menos problemas revelam ter com a idade da pessoa que ocupa o "cargo político mais elevado no país".

Cerca de três quartos dos portugueses inquiridos (73%) afirmam-se "confortáveis" ou "indiferentes" com a ideia de o seu mais alto responsável político ter menos de 30 anos (sendo que em Portugal é necessário ter 35 anos para ser-se candidato ao mais alto cargo de Estado, o de Presidente da República), e 62% afirmam o mesmo relativamente a alguém com mais de 75 anos, o que representa, respetivamente, o 5.º e o 4.º valores mais elevados entre os 28 Estados-membros.

Cavaco Silva, oatual inquilino do Palácio de Belém, tem 76 anos, feitos em julho deste ano.

Também uma clara maioria dos portugueses inquiridos afirma-se à vontade ("confortável" ou "indiferente") com a possibilidade de ter no mais alto cargo político do país alguém de uma religião diferente da maioria da população (80%, o 2.º valor mais alto entre os 28 países da UE) ou com uma origem étnica diferente (74%).

O inquérito foi conduzido entre maio e junho, tendo em Portugal sido entrevistadas 1005 pessoas.