Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

PJ deteve suspeito de obrigar a trabalhar jovem de Amarante com atraso cognitivo

  • 333

Segundo a PJ, a vítima foi colocada na prática de mendicidade na rua. Era agredido fisicamente com paus e ferros se não conseguisse amealhar uma determinada quantia

A Polícia Judiciária deteve um homem de 29 anos suspeito de aliciar um jovem com atraso cognitivo, em Amarante, alegadamente para trabalhar numa sucata em Trás-os-Montes.

O suspeito está indiciado pela prática de crimes de tráfico de pessoas e sequestro agravado. A vítima, de 23 anos, "padece de algum atraso de natureza cognitiva" e acabou por ter de trabalhar para o suspeito sem qualquer retribuição, desde o início do ano.

Segundo a PJ, a vítima foi posteriormente colocada na prática de mendicidade na rua. Nesta situação, acrescenta a autoridade de investigação, o jovem era obrigado a entregar ao suspeito uma certa quantia monetária e, caso não o conseguisse, era agredido fisicamente com paus e ferros um pouco por todo o corpo.

Ao jovem também não era "facultada a alimentação devida e era obrigado a pernoitar numa viatura do suspeito". "Os factos ilícitos só cessaram porque a situação se agravou com os maus-tratos físicos a que era sujeito, que o fizeram vir a pedir ajuda à polícia", lê-se no comunicado.

O detido foi presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório.