Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Homem de Tábua condenado a 5 anos e meio de prisão por abuso sexual de netas

  • 333

Juiz referiu que a pena não é mais pesada devido à idade do acusado e à inexistência de antecedentes criminais

O Tribunal de Coimbra condenou esta quinta-feira um homem de 70 anos residente no concelho de Tábua a cinco anos e seis meses de prisão por abuso sexual de duas netas. O arguido era suspeito de abusar sexualmente de duas netas e o tribunal considerou provada a prática de dois crimes de abuso sexual de criança agravado.

"Estes comportamentos são graves e não podem ser tratados como se nada se tivesse passado. Mas, se fossemos atender à sua culpa, teria mais do que a pena que teve", sublinhou o juiz, considerando que a pena não é mais pesada devido à idade do acusado e à inexistência de antecedentes criminais.

O indivíduo aproveitava as férias escolares, altura em que estava na quinta dos pais das duas crianças, para as convidar "a passear", momentos em que alegadamente praticava os crimes de que era acusado. Uma das netas, nascida em 1995, terá sido abusada pelo avô entre os sete e os dez anos, e a sua irmã, nascida em 2003, entre os nove e os dez anos.

O arguido praticou "de forma livre e consciente" os crimes de que era acusado "um total de vezes não concretamente apurado", aproveitando-se "da confiança dos pais", concluiu o Tribunal de Coimbra, que considerou "credíveis" o discurso das testemunhas, rejeitando a tese do avô de que "seria um filme montado pela cabeça" de uma das netas.

No total, o sujeito era acusado de sete crimes de abuso sexual de criança na forma consumada e dois crimes de abuso sexual na forma tentada.