Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

iVamos fazer futurologia

  • 333

COM RAZÕES PARA SORRIR. Tim Cook vai revelar os novos iPhone, que, ao que tudo indica, terão o sufixo “S”. Mas a Apple também pode mostrar novos iPad

d.r.

Esta quarta-feira, a Apple revela mais dois iPhones. Tudo indica que os novos terminais tenham o sufixo “s”, se tivermos em conta o histórico de lançamentos da empresa norte-americana. Já há alguns leaks, algumas especulações, algumas expectativas. Hora de ver o que se tem dito e o que provavelmente aí virá (e não é só iPhones - haverá novo iPad Pro? E nova Apple TV?)

Pedro Miguel Oliveira

Exame Informática

Estamos no campo das suposições (embora o façamos com a segurança já explicada) em que é possível congeminar quais serão as novas capacidades dos topos de gama da Apple. Posto isto, vamos fazer um pouco de futurologia, não esquecendo o já clássico “One more thing…”, que é o fator surpresa introduzido por Tim Cook no final destas apresentações. Nesse momento, este “E mais uma coisa…” tem servido para surpreender audiência e jornalistas. Limpando o pó à bola de cristal, estes são os rumores mais populares na Internet sobre a apresentação que aí vem, pelas 18h desta quarta-feira.

iPhone 6s e iPhone 6s Plus

Vão usar o mesmo revestimento em alumínio utilizado no Apple Watch. Este invólucro vai condicionar a dimensão dos telefones, que serão menos finos. Aliás, a espessura será igualmente sacrificada pela inclusão de uma bateria de maior capacidade. Toda esta alteração no design vai fazer com que os iPhone sejam mais resistentes e, provavelmente, imunes a bendgate (dobrarem e partirem o ecrã facilmente).

Mas a grande novidade no ecrã pode ser a adaptação da tecnologia Force Touch, que a Apple estreou nos mais recentes Macbook. Esta tecnologia permite exercer diferentes pressões no ecrã tátil e, assim, desencadear ações. Ou seja, um toque é diferente de uma pressão, por exemplo.

Como seria de esperar, os novos iPhone vão ter processadores melhores e mais memória disponível. As capacidades de armazenamento serão iguais às hoje disponíveis: 16 GB, 64 GB e 128 GB.

A câmara principal terá agora capacidade para gravar vídeo em Ultra Alta Definição. Ou seja, o 4K, já presente em vários terminais Android, vai chegar ao iPhone e permitir a gravação de vídeos com a maior resolução de sempre. A câmara da frente vai trazer o Facetime para a Alta Definição e, entre outras coisas, suporte para fazer vídeos em câmara lenta.

Ah! A Internet aposta que os novos iPhone vão estar disponíveis em mais uma cor: rosa dourado.

E ainda…

A Apple pode revelar mais coisas esta quarta-feira. Uma nova Apple TV com Siri integrada é o rumor mais consistente. A pequena caixa que permite ver, por exemplo, filmes e séries no televisor vai ter um novo controlo remoto e suportar comandos de voz com a integração da assistente pessoal da Apple. Tudo indica que o conteúdo em Ultra Alta Definição vai ficar de fora das capacidades da nova Apple TV.

Será desta que vamos ver o muito especulado iPad Pro? Talvez. Há muito que se fala que a Apple estará a preparar um iPad com ecrã de 12,9 polegadas. Ou seja, um tablet para trabalhar em que não vão faltar as tecnologias já incluídas nos novos iPhone 6s (como o Force Touch, por exemplo).

Mais certa será a apresentação de um novo iPad Mini. A quarta versão do dispositivo será mais fina e vai trazer, claro, novos componentes, mais poderosos. A novidade principal em termos de produtividade será a possibilidade de ter duas apps abertas ao mesmo tempo no ecrã (algo que já existe há mais de dois anos no Android). Ou seja, vai ser possível ter o Facebook aberto enquanto se escreve um email, por exemplo.

Finalmente, é possível que o Apple Watch também tenha direito a algum tempo de antena. Neste caso, com o anúncio da segunda versão do sistema operativo do relógio e de novas pulseiras muito coloridas.