Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Placard, a nova aposta desportiva, dá €12 pela vitória do Belenenses na Luz

  • 333

O novo jogo social da Santa Casa arranca esta quarta-feira. De início vai testar os palpites dos apostadores em três modalidades (futebol, basquetebol e ténis) e espera chegar a receitas de €250 milhões / ano

Pormenor do boletim do novo jogo da Santa Casa

Pormenor do boletim do novo jogo da Santa Casa

Na rede dos 4500 mediadores da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), os apostadores portugueses têm a partir desta quarta-feira mais um jogo à mão de semear: o Placard. Assim se chama a nova iniciativa da SCML para as apostas desportivas à cota de base territorial (isto é, com jogo em estabelecimentos físicos, requerendo a presença do apostador, ao contrário do jogo online).

Na lista de eventos já disponível no site da Santa Casa (e que será afixada nas papelarias, tabacarias, cafés, quiosques e outros pontos de venda onde habitualmente são registados os boletins do Totobola, Totoloto ou Euromilhões), o jogo que dará os primeiros prémios do Placard será o Bélgica vs República Checa, da fase final do Europeu de Basquetebol. A partida tem início esta quarta-feira, a partir das 13h30 - e o horário é aqui importante, pois só são aceites apostas feitas até cinco minutos antes do início do evento.

Numa modalidade em que os empates são esporádicos (e obrigam a prolongamento), e por isso com muito baixa probabilidade, é normal que a cota seja elevada. Daí que, numa aposta simples, por cada euro investido no empate (no final do tempo regulamentar) o apostador vá receber €11,73. A vitória da Bélgica é o mais provável (logo tem uma cota de 1,66, o que significa que só será pago €1,66 por cada euro apostado); já a vitória da República Checa tem uma cota de 2,20.

Nos primeiros eventos desportivos para apostas no Placard (serão publicadas listas oficiais com caráter bissemanal, à terça-feira e à sexta-feira, e além da exibição em papel nos mediadores e da consulta no portal de Jogos da Santa Casa, haverá uma app para smartphones e tablets), o jogo que deverá despertar um interesse maior será o Benfica-Belenenses, em futebol, na próxima sexta-feira à noite.

Apesar da forma errante dos encarnados, a vitória da equipa de Vitória é, ainda assim, o mais provável, o que ditou uma cota baixa (1,15). Ou seja, quem apostar um euro, numa aposta simples, apenas tem um ganho de 15 cêntimos. No polo oposto, o triunfo do Belenenses tem uma cota de 12,00. Um empate, uma cota de 5,50.

Placard no pódio

Os pormenores do Placard foram divulgados ao final da manhã desta terça-feira em Lisboa, numa sessão em que além do provedor da SCML, Pedro Santana Lopes, esteve também o ministro da Solidariedade, Pedro Mota Soares, que tutela o sector.

A conferência de imprensa teve lugar na recém-inaugurada sede dos Jogos Santa Casa, na Avenida da Liberdade, em Lisboa, numa sala atapetada com um tipo de alcatifa a modos de relva artificial.

As explicações do novo jogo e o seu enquadramento na política da Santa Casa ficaram sobretudo a cargo de Fernando Paes Afonso, vice-provedor da SCML. Esta instituição conta colocar rapidamente o Placard no pódio, prevendo que a nova aposta desportiva possa chegar ao terceiro lugar em vendas brutas. Depois do Euromilhões, o segundo jogo que mais dinheiro arrecada; e da inacessível Raspadinha (representa hoje cerca de metade das receitas da Santa Casa). Fernando Paes Afonso espera que num ano civil o Placard possa gerar receitas de 250 milhões de euros.

Mas antes de atingir uma velocidade de cruzeiro, o jogo irá passo a passo. Por agora, apenas nas três modalidades referidas (tanto com competições nacionais como internacionais) e com quatro tipos de apostas (num leque que poderá atingir no futuro pelo menos as três dezenas, algumas delas de uma modalidade específica, como o râguebi ou desportos motorizados, que ainda se encontram fora do portefólio).

Para já, estão disponíveis a aposta "1X2 Tempo Regulamentar’ (prognóstico sobre o resultado no final do tempo regulamentar); aposta ‘1X2 Intervalo’ (prognóstico sobre o resultado ao intervalo - no caso do basquetebol, corresponde ao final do segundo quarto de tempo); aposta ‘1X2 Desvantagem’ (prognóstico sobre o resultado no final do tempo regulamentar, tendo em conta que uma das equipas inicia o evento desportivo com uma desvantagem/vantagem em golos ou pontos); Aposta ‘Mais/Menos’ (prognóstico sobre se o número total de golos, pontos ou jogos, no final do tempo regulamentar, é superior - Mais - ou inferior - Menos - ao número indicado).

No caso do futebol, estarão disponíveis os quatro tipos de aposta. No basquetebol, apenas são oferecidas por enquanto a Aposta ‘1X2 Tempo Regulamentar’ e a Aposta ‘1X2 Intervalo’. No ténis, estará unicamente disponível a Aposta ‘1X2 Tempo Regulamentar’.

Nova fase dentro de 6/8 meses

Uma "nova fase" do Placard deverá chegar dentro de "seis a oito meses", com "alargamento das modalidades e também do tipo de apostas", vaticinou o vice-provedor da Santa Casa.

Já Pedro Santana Lopes, o provedor, destacou os bons resultados dos jogos sociais nos últimos quatro anos (o tempo do seu mandato, aliás) "apesar da crise". Em relação ao futuro próximo, Santana disse "esperar que as previsões, mesmo as prudentes, se justifiquem".

O ministro Pedro Mota Soares destacou a "contribuição" dos jogos sociais da Santa Casa para a "solidariedade e a coesão social". No Orçamento do Estado deste ano, €587 milhões são oriundos da paixão dos portugueses pela Raspadinha, Euromilhões e lotarias, entre outros jogos e apostas.

Informações úteis (em grande número)

Quem apenas tem uma vaga memória de como se mete o 1X2 no Totobola e é unicamente versado na arte de colocar as cruzes no Euromilhões ou no Totoloto, vai precisar de muita atenção e de um curso intensivo para aprender a preencher o Placard. Com efeito, o jogo é mais complexo do que qualquer um já apresentado pela Santa Casa e implica o processamento de mais quantidade de informação.

Em todo o caso, a Santa Casa ministrou duas sessões de formação ao conjunto dos seus 4500 mediadores, que ficam assim com a missão de esclarecer os novos apostadores que tenham dúvidas.

No Placard, o jogador - que precisa sempre de se identificar com o seu número de contribuinte - poderá fazer apostas simples (selecionando entre 1 e 8 prognósticos no bilhete de apostas, com direito a prémio por cada prognóstico correto), combinadas (selecionando entre 2 e 8 prognósticos, com direito a prémio apenas se acertar em todos os prognósticos) e múltiplas (em que, de uma seleção de 3 a 5 prognósticos, tem direito a prémio se acertar num número mínimo de prognósticos de acordo com o sistema escolhido).

O montante base de cada aposta cifra-se entre €1 e €100, embora o montante total (em função do número de combinações) fique limitado a €1000.