Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Marcelo diz que “não deve faltar muito tempo” até haver acusação

  • 333

Marcelo considera que "está nas mãos de Sócrates facilitar ou dificultar o processo de campanha eleitoral"

Helena Bento

Jornalista

Marcelo Rebelo de Sousa diz que "não deve faltar muito tempo" até haver acusação, já que a principal razão para José Sócrates ter sido libertado foi, segundo um comunicado da Procuradoria-Geral da República, a perceção de que “diminuiu o perigo de perturbação do inquérito”. "Estamos próximos da acusação", diz.

Na sua opinião, "está nas mãos de Sócrates facilitar ou dificultar o processo de campanha eleitoral" para o Partido Socialista. Marcelo acredita que Sócrates não irá mudar a sua lógica de defesa política nas entrevistas que vier a dar à comunicação social (continuando a apresentar-se como uma "vítima de uma estratégia para impedir a vitória do PS") e que, por isso, "é muito difícil dizer que não terá influência nas legislativas".

Apesar disso, Marcelo não acredita que tenha havido gestão política do caso Sócrates nesta última fase do processo. Libertar o ex-primeiro-ministro em fase de campanha eleitoral foi uma "coincidência", considerou.