Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Há cinco anos que isto não acontecia na Europa: casos de poliomielite

  • 333

Poliomielite tinha sido considerada erradicada a 99% pela Organização Mundial de Saúde até o vírus reaparecer na Somália em 2013. Agora aconteceu na Europa

Dois casos de poliomielite em crianças pequenas foram confirmados na Ucrânia, o que ocorre pela primeira vez na Europa desde 2010, anunciou esta quarta-feira a Organização Mundial de Saúde (OMS). A doença, que causa uma paralisia total ou parcial, foi detetada em duas crianças, de quatro anos e de dez meses, na região da Transcarpátia (sudoeste da Ucrânia), segundo um comunicado da OMS.

"É o primeiro caso de poliomielite na Europa desde 2010", precisou um porta-voz da organização em Genebra, Oliver Rosenbauer. Em 2010, foram registados 14 casos de pólio na Rússia, alguns deles na parte europeia do país, a oeste dos Urais. Os casos estavam relacionados com um surto no Tajiquistão e no Afeganistão, país onde a doença continua a ter uma prevalência importante.
Na Ucrânia, precisou, é "o primeiro caso desde 1996".

A OMS considera no entanto que o risco de contaminação internacional é fraco, apesar de aquela região fazer fronteira com a Roménia, a Hungria, a Eslováquia e a Polónia. A Ucrânia está especialmente exposta ao risco de surgimento do vírus da poliomielite porque a taxa de vacinação contra esta doença é de apenas 50% das crianças, segundo a associação Polio Global Eradication Initiative.

O Ministério da Saúde ucraniano admitiu por seu lado que os problemas relativos à vacinação existem desde 2008. O vice-ministro da Saúde, Igor Pereguinets, disse à agência France Presse que o risco de contágio continua a ser elevado tanto para as crianças como para os adultos, na medida em que, devido "ao baixo nível de imunização", o vírus sofreu "numerosas mutações". O responsável apontou como causas da situação "a falta crónica de financiamento" e as campanhas antivacinação desencadeadas em 2008 após a morte de uma criança que recebera uma vacina contra o sarampo. O país recebeu na primavera, "a título de ajuda humanitária", vacinas contra a poliomielite que "cobrem as necessidades daqui para a frente".

A poliomielite foi considerada erradicada a 99% pela OMS até o vírus reaparecer na Somália em 2013. Nesse ano, a OMS classificava apenas três países onde a doença era endémica -- Afeganistão, Nigéria e Paquistão -, contra mais de 125 em 1988.