Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Papa nomeia novo bispo para Setúbal

  • 333

Especialista em Ciências Bíblicas, com o grau de doutor em Teologia Bíblica pela Universidade Católica, José Ornelas Carvalho, de 61 anos, sucede a Gilberto Reis, que renunciou por atingir o limite de idade

O Papa nomeou para bispo da diocese de Setúbal José Ornelas Carvalho, de 61 anos, ex-superior geral dos Dehonianos, que sucede a Gilberto Reis, após este ter renunciado devido à idade. O anúncio foi feito esta segunda-feira pela agência Ecclesia.

A Ecclesia cita a Nunciatura Apostólica (Embaixada da Santa Sé) em Lisboa, referindo que o bispo eleito nasceu a 5 de janeiro de 1954, no Porto da Cruz (Madeira), tendo feito a formação religiosa na Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus (Dehonianos).

José Ornelas Carvalho foi ordenado padre a 9 de agosto de 1981, na terra onde nasceu.

Especialista em Ciências Bíblicas, com o grau de doutor em Teologia Bíblica pela Universidade Católica Portuguesa, foi docente daquela instituição entre 1983-1992 e 1997-2003. Na sua congregação, o novo bispo foi superior da Província Portuguesa, cargo que assumiu a 1 de julho de 2000, e foi eleito superior-geral dos Dehonianos a 27 de maio de 2003, função que desempenhou até ao passado dia 6 de junho.

Gilberto Reis, bispo de Setúbal desde 1998, completou 75 anos de idade a 27 de maio e, de acordo com o Direito Canónico, apresentou a renúncia ao serviço episcopal, que o Papa Francisco aceitou esta segunda-feira ao nomear o seu sucessor, afirma a Ecclesia.

A diocese de Setúbal foi criada há 40 anos, através da bula (documento oficial) “Studentes Nos”, por Paulo VI, e o primeiro bispo foi Manuel Martins, que desempenhou funções entre 1975 e 1998.

A população católica está distribuída por 55 comunidades paroquiais, tendo a diocese uma superfície de 1500 quilómetros quadrados e 717 mil habitantes, em nove concelhos: Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.

Abrange ainda três parcelas territoriais que integram a paróquia da Comporta, freguesia da Comporta, uma parcela da freguesia de Santa Maria do Castelo, ambas pertencentes ao Concelho de Alcácer do Sal, e Troia, pertencente à freguesia de Carvalhal, concelho de Grândola.