Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Buscas na Cova da Moura, Damaia, Alfragide e Mina. Sete pessoas detidas, dinheiro e armas apreendidas

  • 333

PSP montou uma operação ao início da noite em vários pontos do concelho da Amadora para buscas domiciliárias no âmbito de um processo de investigação pelo crime de tráfico de estupefacientes

Raquel Pinto

Raquel Pinto

Jornalista

A PSP mobilizou ao início da noite desta quarta-feira cerca de 150 agentes para uma operação de buscas a residências em vários locais no concelho da Amadora, para fazer cumprir 13 mandados no bairro Cova da Moura e outros três na Damaia, Alfragide e Mina. Em causa o crime de tráfico estupefacientes. Sete pessoas foram detidas.

"Falamos da venda direta de heroína e cocaína ao consumidor", revela ao Expresso, o comissário Rui Costa, do comando metropolitano de Lisboa. A investigação tem "sensivelmente um ano".

A operação teve início às 19h10 e resultou em quatro detenções por mandado do Ministério Público, duas detenções por posse de arma ilegal e uma por posse de um revóver de calibre 45. Se estamos perante uma rede, a PSP adianta "ligações entre os suspeitos, na aquisição, distribuição e venda direta".

"Foram apreendidas três caçadeiras, uma delas alterada, uma quantia avultada de dinheiro e produtos suspeitos de serem estupefacientes que, pelo cheiro, cor e textura se assemelham a heroína e cocaína", explica ao Expresso o comissário Rui Costa. O material será sujeito a testes colorimétricos nas "próximas horas". Acresce ainda a apreensão de "percursores de tráfico", objetos que se destinam a dividir e acondicionar a droga.

Não há incidentes a registar. A operação terminou por volta das 21h e decorreu com normalidade.

[Notícia atualizada às 22h39 com atualização do balanço final da operação. Corrige número de detidos de oito para sete]