Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Marques Mendes. Resgate grego “mostra que não vale a pena entrar em aventuras”

  • 333

Marques Mendes comenta a atualidade política no Jornal da Noite da SIC

D.R.

Marques Mendes reiterou que José Sócrates poderá vir a ser "um problema" para o líder do PS

Helena Bento

Jornalista

A aprovação na quinta-feira do terceiro resgate da zona euro à Grécia veio mostrar, acima de tudo, que "não vale a pena os países entrarem em aventuras, pois elas acabam sempre por resultar em mais auteridade", disse Marques Mendes esta noite (sábado), no seu comentário habitual na SIC, acrescentando que devem ser retiradas duas "lições" disto tudo: a de que as "ideias de facilitismo" não são bem-recebidas pela Europa e a de que os políticos têm de "aprender a dizer a verdade aos eleitores".

Referindo-se a José Sócrates, Marques Mendes voltou a defender a ideia de que o ex-primeiro ministro pode vir a criar "graves problemas" a António Costa. Seja porque voltou a estar na ordem do dia esta semana, seja porque voltará a estar em setembro, mês em que será reavaliada a medida de coação a aplicar-lhe. Apesar de o líder do PS "estar a fazer tudo bem" em relação a Sócrates, este poderá vir a prejudicar a campanha do Partido Socialista, ao "centrar as atenções sobre si".

Em relação às eleições presidenciais, e aos candidatos que serão apoiados por cada partido, Marques Mendes disse prever que tanto Sampaio da Nóvoa como Marcelo Rebelo de Sousa ("mais popular" do que Rui Rio) passem à sua volta.