Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

470 bombeiros no combate às chamas no Pedrógão Grande

  • 333

PAULO CUNHA/ LUSA

Incêndio deflagrou ao início da tarde de quinta-feira. Os bombeiros estão a ser apoiados por 148 meios terrestres

O fogo em mato e floresta no concelho de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, permanece com uma frente ativa e está a ser combatido por mais de 400 homens, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Segundo o último balanço da Proteção Civil, divulgado na página na Internet às 22:45 desta quinta-feira, no combate ao incêndio estavam destacados 470 operacionais, apoiados por 148 meios terrestres.

De acordo com o segundo comandante Operacional Distrital de Leiria, Luís Lopes, o "único setor ativo é na zona da Graça com uma frente ativa com 500 metros".

"Estamos a deslocar meios de outras frentes que já estão em fase de rescaldo para esta frente que falta resolver e que é de difícil acesso", disse, acrescentando que o fogo é numa zona de mato e floresta e não estão residências em perigo.

O incêndio teve início às 13:42.

A Proteção Civil apenas destaca na sua página na Internet incêndios com mais de três e com mais de 15 operacionais. Às 22:45, estavam oito incêndios ativos em Portugal continental, segundo aquela entidade.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil alertou esta quinta-feira para o risco de incêndio florestal nos próximos dias, em níveis "elevado" e "muito elevado", devido às previsões do tempo seco e vento moderado.

Segundo a Proteção Civil, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê, para os próximos dias, uma subida gradual da temperatura, com máximas no interior a rondar os 40 graus no sábado, e mínimas acima dos 20 graus.