Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Médias na 2ª fase dos exames do 12º mais altas do que em 2014

  • 333

Alberto Frias

Depois do desaire na 1ª fase a Biologia e Geologia, os resultados subiram nesta segunda oportunidade. Matemática voltou aos resultados “normais”. Filosofia surpreendeu pela negativa

Foram mais de 100 mil os exames nacionais do ensino secundário realizados na 2ª fase e, tirando algumas exceções, as provas correram melhor este ano do que em 2014. Nos exames com mais alunos inscritos, o destaque vai para o de Biologia e Geologia, com uma média de 10,5 valores.

Não só os resultados foram superiores quando comparados com a mesma fase do ano passado - a média ficou-se então pelos 8,3 valores - como, contrariando a tendência normal, foram superiores aos da 1ª fase. Nesta segunda oportunidade, comparecem sobretudo os que não tiveram aprovação da primeira vez. Seria pois de esperar que os resultados fossem piores. Mas ficaram bem acima dos 8,9 valores registados na 1ª fase, sugerindo que os alunos foram mesmo apanhados de surpresa com alguma questão/tópico da prova realizada em junho.

Os resultados nos exames de Biologia e Geologia e também no de Física e Química são fundamentais para o acesso aos cursos de engenharia. Este ano pode ser que a procura aumente, na medida em que há mais jovens em condições de concorrer (têm de ter no mínimo 9,5 nestas provas de ingresso). Isto porque também a Física e Química o desempenho foi mais positivo.

Na 2ª fase de 2104 a média foi bem negativa (8,5 valores). Este ano subiu para os 9,8 valores.

A Matemática A, que surpreendeu na 1ª fase por causa do salto na média de 9,2 valores para os 12, desta vez não houve surpresas: subiu seis décima apenas, até aos 9,6 valores. A Português repetiu-se a estabilidade, com uma variação de uma décima (9,7 de média).

O que provavelmente ninguém estaria à espera foi do desaire a Filosofia. Foi a disciplina em que se registou a maior percentagem de classificações inferiores a 9,5 valores e apenas 29% dos alunos superaram essa fasquia. A média ficou-se nos 7,8 valores, a mais baixa de 22 provas.