Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Disneyland Paris acusada de cobrar mais a britânicos e alemães. Bruxelas investiga

  • 333

THOMAS SAMSON/GETTY IMAGES

Depois de receber várias queixas, a Comissão Europeia quer saber se o parque temático viola as leis da União Europeia

Várias queixas apresentadas levaram a Comissão Europeia a investigar se a Disneyland Paris cobra mais a visitantes de determinados países, numa prática que - a verificar-se - viola as regras da União Europeia.

Segundo “The Financial Times”, as denúncias referem que o parque temático discrimina clientes britânicos e alemães, fazendo-os pagar mais, nomeadamente, pelos pacotes de viagem. O jornal dá como exemplo um “pack premium”, vendido por 1.346 euros a um consumidor francês, mas comercializado a 1.879 euros para ingleses e 2.447 no caso de serem alemães.

A notícia desta investigação surge poucos dias após ser conhecida uma outra, que tem por alvo vários estúdios também da Disney, acusados da mesma prática de tratamento desigual dos clientes.