Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Prisão perpétua para traficante que matou antigo sócio e amigo

  • 333

Britânico esfaqueou pelo menos 20 vezes o seu amigo de longa data, tendo escondido o corpo na adega da casa onde morava. Depois foi às compras de Natal no Range Rover da vítima

Autor de um homicídio “brutal”, conforme descreveu o tribunal, o britânico Stuart Millership - conhecido também por traficar droga - foi condenado a prisão perpétua, depois de ter ficado provado que esfaqueou atá à morte o seu amigo de longa data, antigo sócio e senhorio, escondendo o corpo na adega da casa onde residia.

A vítima, assassinada no dia em que o filho completava 9 anos, foi encontrada pela polícia, ainda com uma faca no pescoço, no primeiro dia do ano, uma semana depois do seu desaparecimento. Baljit Singh, 50 anos, terá sido apunhalado pelo menos 20 vezes.

Segundo os seus familiares, o homem ter-se-á ausentado de casa para ir buscar o bolo de aniversário do filho, altura em que Millership, de 33 anos, se encontrou com ele. Segundo o jornal “Birmingham Mail”, não se sabe ao certo a motivação para o crime, mas após consumado, Millership usou o Range Roover do amigo para ir fazer as suas compras de Natal.

“Só o senhor saberá os pormenores do que se passou na sua casa e a conversa que mantiveram. Tenho a certeza que a vítima recusou dar-lhe o que quer que lhe tenha pedido”, afirmou o juiz, antes de anunciar a pena.

Stuart Millership começou por admitir a sua culpa, afirmando contudo ter tido um pequeno papel na morte do amigo, que disse ter sido atacado por dois albaneses por causa de uma dívida relacionada com droga. A justiça concluiu, no entanto, que Millership atuou sozinho, tendo previamente enviado um sms a um amigo, dando conta da intenção de “despachar” o antigo sócio.