Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Blaya, que ensina as mulheres a mexerem a “bunda” ao ar livre

  • 333

TIAGO MIRANDA

Fomos assistir a uma aula de “pack bunda” dada pela cantora Blaya no Jardim de Queluz. Veja os vídeos dessa manhã bem ritmada e aprenda a dançar como ela

Karla Rodrigues, aka Blaya, é corpo de dança, de música, de ritmo, de kuduro que arde e se propaga nos corpos de multidões. Ela não deixa ninguém indiferente quando se move em palco nos concertos dos Buraka Som Sistema, a banda pop luso-angolana mais internacional com inspirações musicais de vários cantos do mundo.

Mas Blaya não é só artista de palco e vai também a casa do público ensiná-lo a mexer a anca e a bunda - como diz - ao som do kuduro, desde que haja no mínimo cinco participantes, ao preço de €10 cada (“Pack Five Bundas”). Também dá aulas de grupo à noite, às terças e quartas, na discoteca Rádio Hotel (“Aulas à la Blaya”), em Alcântara, também €10 por participante, e este verão, entre julho e agosto, vai ensinar as portuguesas a mexer a bunda e os quadris em vários jardins da Grande Lisboa.

O Expresso foi assistir a uma aula bem cedo, às oito da manhã, no Jardim de Queluz, e pôde atestar a energia contagiante desta bailarina, cantora e MC, de 27 anos. O repto para a aula foi dado na sua página de Facebook e, em pouco tempo, formou-se uma turma espontânea de mulheres de várias idades a dançarem vigorosamente ao som de um “afro mix” que vibrava da grande coluna branca trazida por si.

A cantora cobra entre €2 e €5 por cada participante e desafia as mulheres portuguesas a consultarem a sua página de Facebook, onde podem acompanhar a agenda destes workshops, e convida-as a juntarem-se às suas aulas ao ar livre. Sensualidade, calor e “afro beat” não vão faltar.

Tutorial: Em três passos domine a pista como a Blaya

Aproveitámos a ocasião e pedimos a Blaya para, num curto vídeo tutorial, em três passos rápidos e fáceis, ensinar algumas técnicas da sua famosa "mexida de bunda" para quem quiser poder treinar em casa. Boas danças!