Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

PT Portugal corta 36 diretores

  • 333

PT Portugal vai cortar o número de diretores de 76 para 40. Os gestores continuarão na empresa

A PT Portugal vai reduzir em cerca de metade o número de diretores, passando de 76 para 40. Esta decisão surge no âmbito da reorganização da empresa que agora pertence à francesa Altice e é uma das primeiras medidas adotadas pelo comité executivo liderado por Paulo Neves.

“Houve apenas integração de direções noutras, nomeadamente em áreas de afinidade de trabalho e organizativas. Não desapareceram direções”, explicou fonte oficial da PT Portugal. “Torna o processo de tomada de decisão mais rápido e ágil”. A PT garante que “esta reorganização não prevê despedimentos” e que “muitas pessoas da casa são promovidas e grande parte dos diretores mantêm-se”.

Numa reunião ontem com sindicatos e com a comissão de trabalhadores da PT, Paulo Neves anunciou também a extinção de empresas não estratégicas, sendo que o presidente-executivo da PT vai passar a liderar as áreas de inovação do grupo (PT Inovação e Sapo). “Não haverá despedimento coletivo mas redução do outsourcing, mobilidade geográfica e funcional de trabalhadores”, disse Jorge Félix, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da PT. A nova estrutura será conhecida em setembro.