Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

PS Porto elogia capacidade negocial de Rui Moreira

Socialistas saúdam firmeza de Rui Moreira no acordo de 40 milhões de euros negociado com Passos Coelho, mas criticam o Gorverno por ter demorado três anos a dar razão ao Porto

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

Tiago Barbosa Ribeiro não regateia méritos à "capacidade e firmeza negocial" na forma como a Câmara do Porto chegou a um acordo de 40 milhões euros a título de indemnizações em atraso relativas aos terrenos do Aeroporto Francisco Sá Carneiro e a acerto de contas antigas à Metro do Porto, aos STCP e SRU.

O PS Porto critica, no entanto, o Governo por ter demorado três longos anos a dar razão ao Porto, lembrando que à Câmara de Lisboa foi paga com maior celeridade uma indemnização de 287 milhões de euros no processo de privatização dos aeroportos portugueses.

Em comunicado, a concelhia rosa refere que o atraso representa "uma profunda discriminação contra o Porto", que só foi ultrapassada graças à proximidade das eleições e à firmeza de Rui Moreira. O PS do Porto mantém ainda "profundas razões de queixa" contra o centralismo e a "incompetência do Governo PSD / CDS-PP".

Tiago Barbosa Ribeiro reitera de novo o apoio do PS à luta da Câmara do Porto contra o confisco da empresa Águas do Douro e Paiva, "perpetrado pelo Governo para preparar a privatização da água no país". O jovem líder da concelhia reafirma ainda estar o PS do Porto ao lado de Rui Moreira contra a discriminação da região no acesso aos fundos comunitários e contra o processo de concessão dos transportes públicos - STCP e Metro -, conduzido, segundo Barbosa Ribeiro, "de forma obscura e com grave prejuízo dos cidadãos da cidade e dos concelhos vizinhos".