Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Alexandre Quintanilha dá o salto da ciência para política

Concelhia do PS aplaude escolha do cientista de créditos firmados para cabeça de lista pelo círculo do Porto. Convidado por António Costa, Quintanilha sucede no lugar a Francisco Assis  

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

A comissão concelhia do Porto aplaude sem restrições a escolha de Alexandre Quintanilha para líder da lista dos socialistas pelo circulo do Porto, uma escolha pessoal de António Costa que "honra, o PS, o Porto e a ciência". Em comunicado, Tiago Barbosa Ribeiro afirma que a seleção do cientista, investigador e académico "dá um sinal muito claro sobre o papel do PS no Porto e a sua relação com os setores mais dinâmicos da nossa sociedade, ganhando a confiança dos eleitores".

O jovem líder dos socialistas da Invicta sustenta que a opção de António Costa "dá o impulso necessário" para uma grande vitória do PS nas próximas legislativas, que nas últimas eleições não foi além de 32,2%, ficando setes pontos atrás do vencedor PSD. Para o PS Porto, a escolha do líder do PS é também um reconhecimento do PS à excelência da Universidade do Porto, ao seu ensino e investigação, "que tão bem tem resistido à ausência de uma política científica por parte do atual Governo e à sua política de terra queimada para o ensino superior".

Quintanilha, recentemente jubilado do ICBAS (Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar), onde era professor catedrático, não escondeu na sua última aula, no passado dia 3 de julho, o seu descontentamento em relação ao Governo da coligação PSD/CDS, tendo sublinhado que o conhecimento "não é um luxo".

Quase a completar 70 anos, Alexandre Quitanilha afirmou ainda esperar por uma nova liderança para a ciência nacional e ter esperança que o país "não se perca" e conheça em breve um novo fôlego.